Verrugas são contagiosas e não desaparecem com “simpatias"!

Você pode nunca ter apresentado verrugas, mas é provável que saiba dizer alguma simpatia capaz de eliminar esse tipo de lesão. Elas podem envolver alho, casca de frutas e até formigueiros – e são, obviamente, ineficazes do ponto de vista médico.

Em primeiro lugar, é importante saber que as verrugas são tumorações benignas de pele causadas por vírus, o papiloma vírus humano (HPV). Ele ativa um crescimento anormal das células da pele, que forma diferentes tipos de lesões, relacionadas à sua localização no corpo, características e formato. Porém, elas não são todas iguais!

Tipos

2017020813123376410

  • Vulgares: são as mais comuns. Geralmente são arredondadas, de textura áspera e endurecidas. Geralmente têm a coloração mais clara que a pele, o que pode mudar ao longo do tempo. Aparecem especialmente em regiões sujeitas a mais atrito, como mãos, pés, joelhos, cotovelo e ao redor da unha — verrugas periungueais.

  • Planas: comumente aparecem no rosto. São mais macias que as vulgares e apresentam-se como pequenas bolinhas (pápulas) acastanhadas ou amareladas.

  • Filiformes: lesões mais alongadas, geralmente aparecem em pessoas de mais idade na região do rosto, pescoço, pálpebras e lábios.

  • Plantares: também conhecidas como “olho de peixe”, são lesões dolorosas que aparecem na planta dos pés e podem, inclusive, ser confundidas com calos. O centro da lesão geralmente apresenta pontos escuros.

fcfa952504ed8a3ae01bf1184268ca16--homeopathy-virus

  • Anogenitais: apresentam aparência semelhante ao de uma couve-flor e se formam nas regiões genital, perianal, oral e na uretra. Podem ser precursoras de tumores malignos.

Mitos e verdades

Algumas pessoas chamam de verruga lesões que não são e outras ignoram sintomas próprios do vírus, como explica Vanessa Nunes, médica dermatologista da SBD-PR, parte do corpo clínico Hospital Marcelino Champagnat e sócia-proprietária da PluriMed Clínicas Integradas. A profissional listou alguns mitos e verdades sobre a lesão.

Verrugas são contagiosas

Verdade. A verruga é um vírus e o contágio pode acontecer diretamente, por pessoas e objetos infectados, por isso é muito importante evitar tocar diretamente o local lesionado. Também é possível se autoinfectar, espalhando as verrugas para outras partes do corpo. É importante procurar um dermatologista logo nos primeiros dias, para evitar que o problema aumente.

Verrugas são hereditárias

Mito. Se alguém da sua família já teve verrugas não significa que você também vai ter. Pessoas que têm uma imunidade mais baixa para este tipo de vírus estão mais predispostas, mas essa é a única relação da lesão com hereditariedade.

Verrugas só aparecem em pessoas mais velhas

Mito. As verrugas podem aparecer em qualquer idade. As vulgares, por exemplo, tendem a aparecer mais durante a infância e a adolescência.

Verrugas só aparecem nas mãos

Mito. Geralmente, as lesões mais comuns surgem em regiões mais expostas, como as mãos, os pés, cotovelos e joelho.

usuwanie-krzajek

Verrugas doem

Mito e Verdade. Como existem diversos tipos de lesões, algumas não apresentam desconforto, enquanto outras, como as plantares, doem bastante, principalmente quando ao caminhar. Elas podem, inclusive, se transformar em feridas.

Verrugas podem ser confundidas com outras lesões

Verdade. Alguns tipos podem até ser confundido com pintas. Por este motivo é tão importante a diagnóstico de um profissional. Verrugas plantares, por exemplo, podem ser confundidas com calos.

Máquinas e remédios caseiros podem piorar a situação

Verdade. Apesar de parte das verrugas poder desaparecer espontaneamente, é fundamental o diagnóstico e tratamento feito por um especialista, tanto para tratar a lesão quanto para evitar o contágio, principalmente em casos nos quais o paciente está com a imunidade baixa.

“Remédios caseiros e equipamentos comprados em farmácias podem dar mais força ao vírus”, alerta Vanessa.

O tempo de tratamento varia de pessoa para pessoa e é influenciado pelo tipo da lesão. A forma de tratamento também pode variar, desde o uso de medicamentos até procedimentos cirúrgicos.

Verrugas não podem ser estouradas ou cutucadas

Verdade. Para evitar o contágio de outras pessoas e a autoinfeção, que pode ocasionar mais lesões, é importante não manipular a verruga – e, novamente, procurar um profissional assim que notá-la. “Se você remover a lesão de forma ineficaz, as chances de outras aparecerem é grande”, explica a dermatologista.

Fonte: Gazeta do Povo



Compartilhar no Facebook