Vacina tríplice viral pode combater sintomas da Covid-19? Cientistas investigam!

A vacina tríplice viral pode ter um efeito atenuante sobre os sintomas da Covid-19. De acordo com um artigo publicado na revista científica mBio, da Sociedade Americana de Microbiologia (ASM), a vacina que protege contra rubéola, sarampo e caxumba criaria uma "imunidade inata treinada", fortalecendo os sistemas de defesa do organismo para atuarem contra as infecções provocadas pelo novo Coronavírus.

MMR-Vaccine-Vial-777x518

Assinado pelos cientistas Paul Fidel Jr, da Universidade Estadual da Louisiana, e Mairi Noverr, da Escola de Medicina de Nova Orleans, o estudo trabalha apenas com uma hipótese que já pode ser amplamente testada, já que não há contraindicações para a vacina. Profissionais da linha de frente no combate ao Covid-19, como médicos, enfermeiros e auxiliares, seriam os maiores beneficiados no momento.

"Vacinas atenuadas parecem ter alguns benefícios não-específicos além da imunidade contra o patógeno-alvo", afirma Fidel, segundo nota da ASM. "Um teste clínico com a tríplice viral em populações de alto risco pode funcionar como medida preventiva de baixo risco no salvamento de vidas durante a pandemia de Covid-19", explica.

Nos testes de laboratório, a vacina demonstrou ser eficaz contra a infecção do pulmão, sintoma que se manifesta nos pacientes mais graves de Covid-19. A hipótese dos pesquisadores é reforçada por eventos observados entre marinheiros do navio USS Roosevelt: recentemente, 955 marinheiros contraíram a doença e desenvolveram sintomas leves, mas apenas um foi hospitalizado. Por padrão, todos os recrutas precisam tomar ou reforçar a vacina tríplice viral.

IMAGEM_NOTICIA_3

Populações que moram em locais com campanhas frequentes de vacinação, observaram os pesquisadores, apresentaram menor taxa de mortalidade por Covid-19. O fato de que crianças desenvolvem poucos sintomas também poderias ser, em parte, explicado pela exposição aos anticorpos e ativação da imunidade no primeiro ano de vida.

Pessoas que já tomaram a vacina há mais tempo precisariam de um reforço para obter os efeitos, especificamente, contra a Covid-19. Apesar de a proteção contra sarampo, caxumba e rubéola serem de longo prazo, a ativação dos anticorpos para atenuar os sintomas não tem tanta longevidade.

Segundo os estudiosos, os resultados ainda não são conclusivos para justificar campanhas de vacinação nacionais. No entanto é recomendável que profissionais mais expostos ao novo Coronavírus recebam um reforço da vacina. Além de não ter efeitos colaterais, uma nova inoculação melhora a resposta do corpo contra as doenças-alvo e aumenta as defesas contra infecções.

É importante lembrar que, para o público em geral, as melhores maneiras de evitar os sintomas e transmissão da Covid-19 são distanciamento social, boa higiene pessoal e uso de máscaras em áreas comuns e espaços públicos.

Fonte: Administradores.com



Compartilhar no Facebook