Cientistas Descobriram um Jeito Simples de Cozinhar o Arroz que Reduz Drasticamente suas Calorias

Você ama arroz mas está preocupada com o seu peso?

A boa notícia é que os cientistas descobriram agora uma maneira de reduzir 60% das calorias contidas no arroz - simplesmente pela forma como ele é cozido.

Cozinhar o arroz com óleo de côco, e depois refrigerar por 12 horas na geladeira, reduz mais da metade o número de calorias quando ele for ingerido.

Pesquisadores do Sri Lanka fizeram essa experiência com mais de 38 tipos de arroz encontrados no país.

O método recomendado por eles para o preparo do arroz aumenta a quantidade de amido resistente no seu interior, que não é digerido pelo corpo humano.

Portanto esse amido resistente não será absorvido e transformado em energia ou gordura, e não tem nenhuma caloria.

Os cientistas descobriram um processo que torna possível aumentar a quantidade de amido resistente no arroz em 10 vezes.

Primeiro eles adicionam uma colher de chá de óleo de côco na água fervente, acrescentando meio copo (150g) de arroz, e então, ou deixa ferver por 40 minutos, ou cozinhando no vapor por 20-25 minutos.

Depois coloca-se o arroz na geladeira por 12 horas para resfriar.

Sudhair James, pesquisador chefe do*"The College of Chemical Sciences"*, no Sri Lanka, disse que se o arroz é preparado usando esse método, ele pode reduzir as calorias em até 50-60% .

Mr. James explica que o amido encontrado no arroz pode ser do tipo digerível ou não. O arroz contém esses 2 tipos de amido.

Ao contrário dos tipos de amido digeríveis, a cadeia dos amidos resistentes não são rompidas no intestino delgado, onde os carboidratos são normalmente metabolizados em glicose e outros tipos de açúcares e, então, absorvidos pela corrente sanguínea.

Então os pesquisadores concluiram que se eles podem transformar o amido digerível em amido resistente, isto é, não digerível, então eles poderiam diminuir o número de calorias do arroz.

"Isto acontece porque o óleo de côco penetra nos grãos de arroz durante o cozimento, mudando a sua estrutura e tornando-o resistente à ação das enzimas digestivas. E isso significa que menos calorias serão absorvidas pelo corpo", explica Mr. James.

"O resfriamento por 12 horas é necessário, mas requentar o arroz para o consumo não afeta os níveis de amido resistente", ele diz.

Essa pesquisa foi apresentada na "249th National Meeting & Exposition of American Chemical Society", a maior feira mundial da sociedade científica.

A expectativa em diminuir a quantidade de calorias do arroz é um grande negócio. As taxas de obesidade estão crescendo ao redor do mundo, principalmente nos países em desenvolvimento, onde as pessoas dependem mais de alimentos básicos baratos.

Na China e na Índia, países onde os problemas de obesidade tem crescido muito,há um grande consumo de arroz. Claro que o arroz não é a única causa do ganho de peso da população, mas reduzir a quantidade de calorias em um copo de arroz pelo menos em 10% pode ter um grande impacto nas futuras gerações.

Essa é uma ótima dica para aqueles que estão de dieta mas não abrem mão de comer uma arroz bem quentinho!



Compartilhar no Facebook