Tomografia Computadorizada pode Aumentar o Risco de Câncer no Cérebro!

O uso de tomografia computadorizada (TC) aumentou dramaticamente nas últimas duas décadas. As tomografias computadorizadas melhoram grandemente as capacidades de diagnóstico (que melhoram os resultados clínicos), mas fornecem doses de radiação mais altas do que os outros testes.

Portanto, a proteção contra radiação é uma preocupação, especialmente entre as crianças, que podem receber doses mais altas de radiação, são mais suscetíveis a malignidades relacionadas à radiação do que os adultos e têm mais tempo para mostrar efeitos do risco potencial.

article-2155678-137C2F66000005DC-649_468x310

As malignidades mais comuns causadas pela radioatividade entre crianças e adultos jovens são leucemia e tumores cerebrais. Os pesquisadores, portanto, avaliaram os riscos de leucemia e tumor cerebral após a exposição à radiação de exames de tomografia computadorizada na infância.

Para um grupo nacional de 168.394 crianças holandesas que receberam uma ou mais tomografias entre 1979 e 2012, os pesquisadores obtiveram incidência de câncer e status vital por meio de link de registro. Eles pesquisaram todos os departamentos de radiologia hospitalares holandeses para determinar a elegibilidade e a participação. Na Holanda, as tomografias pediátricas são realizadas apenas em hospitais.

A incidência global de câncer foi 1,5 vezes maior do que a esperada. Para todos os tumores cerebrais combinados, e para tumores cerebrais malignos e não malignos separadamente, foram observadas relações dose-resposta com dose de radiação para o cérebro.

Riscos relativos aumentaram para entre dois e quatro para a categoria de dose mais alta. Os pesquisadores não observaram associação para a leucemia. Doses de radiação para a medula óssea, onde a leucemia se origina, foram baixas.

shutterstock_390249514

Os pesquisadores alertam que esse padrão de excesso de risco de câncer pode ser em parte devido à confusão por indicação, porque a incidência de tumores cerebrais foi maior na coorte do que na população geral. A tomografia computadorizada é algumas vezes usada para identificar condições associadas ao aumento do risco de tumor; a razão pela qual essas crianças tiveram exames de tomografia computadorizada pode estar associada ao risco de desenvolver câncer.

"Estudos epidemiológicos de risco de câncer de baixas doses de radiação médica são desafiadores", disse Michael Hauptmann, principal pesquisador do estudo. "Apesar disso, nossa avaliação cuidadosa dos dados e evidências de outros estudos indicam que a exposição à radiação aumenta o risco de tumores cerebrais". A justificativa cuidadosa da tomografia computadorizada pediátrica e a otimização da dose, como em muitos hospitais, são essenciais para minimizar os riscos ".

Fonte: Science Daily



Compartilhar no Facebook