Tomar Antibióticos TRIPLICA o Risco de Morrer de Gripe - e pode até PIORAR os Sintomas!

Pesquisadores alertam que as drogas matam as bactérias amigáveis no intestino que ajudam o corpo a combater o vírus. Um em cada cinco ratos morreram quando foram infectados com gripe em testes de laboratório. Mas isso disparou para dois em três entre aqueles que já haviam recebido antibióticos.

How-antibiotics-may-render-flu-infections-more-dangerous-640x336

Isso equivale a um risco 2,3 vezes maior de morrer do vírus, que causa milhares de mortes por ano.

Defesas enfraquecidas

O Dr. Andreas Wack, do The Francis Crick Institute, em Londres, alertou contra o uso excessivo das drogas. Ele disse: "Descobrimos que os antibióticos podem acabar com a resistência precoce à gripe, acrescentando mais evidências de que eles não devem ser tomados ou prescritos facilmente".

O uso inadequado não só promove a resistência aos antibióticos e mata as bactérias intestinais úteis, mas também pode nos deixar mais vulneráveis aos vírus.

Os pesquisadores descobriram que as células que revestem os pulmões são tão importantes quanto as células do sistema imunológico na resistência à gripe nos estágios iniciais da infecção.

LungLining

Eles disseram: "É o único lugar onde o vírus pode se multiplicar, então essas células pulmonares são o campo de batalha chave na luta contra a gripe".

As bactérias do intestino emitem um sinal que mantém as células que revestem o pulmão preparadas, impedindo que o vírus se multiplique tão rapidamente.

Bactérias no intestino enviam sinais que mantêm ativos os genes antivirais no revestimento dos pulmões. Estes genes produzem uma proteína que cria um ambiente hostil e dificulta a multiplicação do vírus.

Demora 2 dias para o sistema imunológico responder, durante o qual a gripe pode ganhar uma posição segura.

Camundongos que receberam antibióticos tiveram 5 vezes mais vírus em seus pulmões nessa fase do que os camundongos não tratados.

Isso significa que a resposta tinha que ser mais forte, levando a sintomas mais graves e mais mortes.

Especialistas alertam que o uso excessivo de antibióticos está tornando-os menos eficazes e alimentando as superbactérias.

Os resultados foram publicados na revista Cell Reports.

Fonte: The Sun



Compartilhar no Facebook