Suco de Beterraba, o doping natural!

Um Lamborghini corre mais depressa que uma lata-velha não porque a química da combustão de gasolina de modelos esportivos é diferente da de um carro velho. É porque o Lamborghini tem um motor mais potente. Da mesma maneira, atletas podem ter músculos maiores e conseguir levar mais oxigênio para esses músculos com mais rapidez. Contudo, basicamente, a quantidade de energia que o corpo pode extrair do oxigênio permaneceria a mesma... ou assim pensávamos.

Há alguns anos, um dos mandamentos da psicologia do esporte mudou por completo - tudo por causa do suco de beterraba!

beet-juice-main

Os nitratos, concentrados em verduras e na beterraba, não apenas ajudam a enviar sangue oxigenado para os músculos, auxiliando na dilatação das artérias, como também permitem ao corpo extrair mais energia desse oxigênio - algo que antes era inimaginável.

Por exemplo, verificou-se que uma pequena dose de suco de beterraba permite a praticantes de mergulho livre prender a respiração por meio minuto a mais que o habitual.

Após beber suco de beterraba, ciclistas tiveram um desempenho com o mesmo nível de intensidade, porém fizeram isso consumindo 19% menos oxigênio do que o grupo placebo.

Depois, quando eles reforçaram a resistência na bicicleta com uma sessão intensa do que chamaram de "pedalada árdua", o tempo até a exaustão aumentou de 9:43 minutos para 11:15 minutos. O grupo que bebeu suco de beterraba exibiu mais resistência usando menos oxigênio.

Em suma, o suco de beterraba tornou a produção de energia pelo corpo dos ciclistas significativamente mais eficiente. Nenhum remédio, esteroide, suplemento ou intervenção até hoje demonstrou ter o mesmo efeito do suco de beterraba.

A beterraba não processada também gera esse efeito. Em outro estudo, homens e mulheres que comeram 1 xícara e meia de beterraba assada 75 minutos antes de participarem de uma corrida de 5 km melhoraram seu desempenho mantendo o ritmo cardíaco e até relatando menos esforço. Mais rapidez com menos esforço? Incrível!!!

651768940-1524841536

Para maximizar o desempenho atlético, a dose ideal e o momento certo parecem ser meio copo de beterraba (ou 3 beterrabas de 7,5 cm, ou 1 xícara de espinafre cozido) de 2 a 3 horas antes do início da competição.

Os noticiários esportivos sempre falam do uso de esteroides e outras substâncias ilícitas que melhoram o desempenho. Por que ninguém tem mencionado esses legumes e verduras poderosos e perfeitamente legítimos que geram uma melhora no desempenho? Não dá para entender!!!

Fonte: trecho tirado do livro "Comer para não Morrer", de Michael Greger com Gene Stone



Compartilhar no Facebook