Saladas do McDonald's causam surto de doenças intestinais nos EUA!

Um surto de infecção intestinal causado por Cyclospora ligado às saladas do McDonald's deixou doentes, pelo menos, 61 pessoas em sete estados, disseram autoridades federais de saúde do país.

Como precaução, o McDonald's parou de vender as saladas em 3.000 restaurantes de fast food em 14 estados para tentar conter o surto, disse a FDA.

gettyimages-833900438-e1531490742696

Os estados são Illinois, Iowa, Indiana, Wisconsin, Michigan, Ohio, Minnesota, Nebraska, Dakota do Sul, Montana, Dakota do Norte, Kentucky, Virgínia Ocidental e Missouri.

"Estamos tomando medidas agora para garantir que os consumidores conheçam o produto potencialmente contaminado, para que possam se proteger melhor ou buscar tratamento, especialmente se tiverem sinais ou sintomas de uma infecção por Cyclospora", afirmou o comissário da FDA, Scott Gottlieb.

Illinois relatou 90 casos desde meados de maio, enquanto Iowa teve 15 casos desde o final de junho. Não está claro por que seus números são mais altos do que aqueles fornecidos por autoridades federais.

cyclospora

O parasita cyclospora causa doença intestinal como resultado do consumo de alimentos ou água contaminados. Os sintomas, que podem começar uma semana ou mais depois de consumir o parasita, incluem diarréia e evacuações frequentes, às vezes explosivas, de acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA. Aqueles infectados podem experimentar perda de apetite, perda de peso, cólicas estomacais ou dor, náusea, gases e fadiga. Vômitos, dores de cabeça, febre, dores no corpo e sintomas semelhantes aos da gripe também podem ocorrer.

A doença pode durar de alguns dias a alguns meses e os pacientes podem sentir-se melhor e piorar novamente. Os pacientes podem ser tratados com antibióticos.

Em um email, o McDonald's disse que está trabalhando com autoridades nos estados afetados.

Last-straw-for-McDonalds-Burger-King-in-Mumbai-plastic-ban

"Com muita cautela, decidimos parar voluntariamente de vender saladas em restaurantes impactados até podermos mudar para outro fornecedor de alface", disse o e-mail. "Estamos no processo de retirar as saladas existentes dos restaurantes e centros de distribuição identificados - o que inclui aproximadamente 3.000 dos nossos restaurantes nos EUA localizados principalmente no Centro-Oeste."

Fonte: CNN



Compartilhar no Facebook