Por que você NÃO deve usar Máscaras com Válvulas para se proteger do coronavírus!

O uso de máscaras se tornou obrigatório em muitas partes do mundo, inclusive em cidades do Brasil, por causa da pandemia do novo coronavírus. No entanto, a experiência de andar mascarado não é muito confortável, o que faz os modelos com válvulas parecerem mais atraentes por facilitarem a respiração. No entanto, eles não são recomendados em uma pandemia.

A máscara com válvula foi criada para ser usada em minas e obras de construção civil, onde o excesso de poeira pode causar danos à saude dos trabalhadores.

gallery_medium

Ela funciona da seguinte maneira: ao inspirar, a válvula fecha, impedindo a entrada de poluição, poeira e até mesmo vírus. No entanto, ao expirar, a válvula se abre e permite a saída do ar.

Esse sistema torna o uso de máscara confortável ao não bloquear a saída de ar na respiração. Porém, o equipamento deixa de impedir a proliferação de doenças, como o coronavírus.

Ou seja, a máscara com válvula te protege dos outros, mas não protege outras pessoas de você, caso esteja infectado.

Não à toa, cidades como São Francisco e Oakland, nos Estados Unidos, proibiram o uso de máscaras com válvulas.

rawImage--1-

O Center for Disease Control, que determina normas de segurança nos Estados Unidos para controle de doenças e epidemias, afirma que: "máscaras com válvula de expiração não devem ser usadas em situações em que um campo estéril deve ser mantido."

"A válvula permite que ar expirado e não-filtrado escape para dentro do campo estéril," completa. As normas existem para qualquer procedimento médico, como uma cirurgia, mas agora foram colocadas em prática também no controle da pandemia.

Fonte: Época Negócios



Compartilhar no Facebook