Olivier se RECUSA a adotar Medidas Preventivas contra o Coronavírus!

Em seu Facebook, o renomado chef Olivier Anquier publicou nesta segunda-feira,16, um textão dizendo, em linhas gerais, que se recusa a fazer parte da “paranoia” do coronavírus.

Ele começa dizendo: “Eu me recuso! Eu me recuso a aceitar essa paranoia injetada a força. Eu me recusa (sic) a me esconder em casa e abandonar meus clientes (…). Faço questão de ser presente e cumprimentar cada um deles".

olivier-anquier-contraria-medidas-coronavirus-foto-reproducao-facebook

O chef conta que foi até São Sebastião apresentar seu show para uma plateia repleta de pessoas em que vivem uma dura realidade: “para muitos a realidade da vida é muito mais cruel e violenta que o corona". Ele segue dizendo que "se recusa a ler, ver e ouvir os argumentos daqueles que nunca se revoltaram ou fizeram qualquer coisa sólida para acabar com problemas infinitamente maiores".

Olivier exemplifica falando de situações que matam os brasileiros, como a dengue, criminalidade, acidentes nas rodovias brasileiras sucateadas, mortalidade infantil, falta de saneamento básico e desmoronamentos na época de chuvas e questiona: “A todos que se autorizam a me fazer a moral, cadê a sua revolta concreta e efetiva para acabar com essas realidades que nunca mundam (sic)?".

Na sequência o chef minimiza a questão da pandemia aqui no Brasil dizendo que até o momento não houve nenhuma morte e que menos de 200 casos foram diagnosticados numa população de 200 milhões. Segundo ele:

“Essa realidade é pífio (sic) comparada a realidade das misérias do nosso pais. Não embarco nessa e a notoriedade que a população me ofereceu não me obriga a mugir no meio do rebanho”.

A publicação até o momento teve mais de 5 mil comentários e 1 mil compartilhamentos. A maioria se diz decepcionada com a opinião do chef. Confira alguns deles:

“Eu trabalho com gastronomia e nesse momento tive seis eventos cancelados e vivo disso. Mesmo em desespero penso no coletivo no próximo e lamentável tua atitude, uma pessoa informada acredito eu e que deveria aproveitar teu espaço e dar exemplo. Lamentável e que decepção“.

“É uma pena que pense assim, trabalho na área da saúde e os dados infelizmente são realistas. Acho que você como uma pessoa pública poderia estar ajudando na campanha em prol da saúde da população. Sei que muitas pessoas morrem por dias por inúmeras doenças… Mas convenhamos, estamos falando de uma Pandemia!”

“Vc está completamente equivocado nesse seu pensamento. Olhe para a sua França, olhe para a sua Europa e reflita melhor sobre o momento que estamos atravessando. Vc é sempre tão preciso nos seus post mas nesse, vc está sendo absolutamente infeliz. Repense…e faça a sua parte como empresário e comunicador. Os governos erram o tempo todo, não seja vc um agente disseminador de equívocos tbm. Um erro não justifica o outro”.

“Tô chocada… vc é uma pessoa pública, e que eu saiba não é médico, deveria ter mais respeito pelo posicionamento dos estudiosos, que decepção”.

Mas o chef não está sozinho, há quem o apoie em sua opinião:

“Parabéns… Olivier graças à Deus veio uma personalidade de peso expressar a sua opinião que é também dos quase 70 milhões de brasileiros honestos como você te admirava agora então estas no topo. Parabéns“.

E vocês leitores? Concordam com ele? Serviço ou Desserviço?

Fonte: Catraca Livre



Compartilhar no Facebook