"Óleos essenciais": Muitas Pessoas estão se ENVENENANDO acidentalmente com eles!

Os óleos essenciais podem cheirar muito bem, mas ingeri-los por via oral pode causar todos os tipos de problemas. Estudos recentes descobriram que as intoxicações por óleos essenciais estão se tornando mais frequentes e mais severas na Europa e nos Estados Unidos, e os últimos números da Austrália mostram uma tendência semelhante.

Aparecendo no Medical Journal da Austrália, o novo estudo analisa dados do Centro de Informações sobre Venenos de New South Wales (NSWPIC), que lida com cerca de metade de todas as chamadas para os Centros de Informações sobre Venenos em todo o país. Entre julho de 2014 e junho de 2018, a instalação registrou um total de 4.412 casos de envenenamento por óleo essencial, com cerca de dois terços deles envolvendo crianças menores de 15 anos.

oil

Os óleos essenciais são compostos químicos voláteis (o que significa que evaporam a baixas temperaturas) que são extraídos do material vegetal através de um processo de destilação que geralmente envolve vapor. Seu nome refere-se ao fato de que eles contêm a essência da fragrância da planta e, como tal, são conhecidos por seu aroma agradável.

Usado em perfumes, sabonetes, queimadores de incenso e auxiliares de aromaterapia, diz-se que os óleos essenciais beneficiam a saúde geral, relaxando o sistema nervoso. No entanto, alguns fornecedores também sugerem a aplicação tópica dos óleos ou até a ingestão oral, contra os quais os autores do estudo alertam fortemente.

Os óleos essenciais podem “causar toxicidade severa quando ingeridos, o risco aumenta dependendo do óleo usado; o início da toxicidade pode ser rápido e pequenas quantidades (tão pequenas quanto 5 mL) podem causar toxicidade com risco de vida em crianças”, explicam eles em seu relatório.

"Os efeitos clínicos incluem vômitos, depressão ou excitação do sistema nervoso central e pneumonite por aspiração".

Alguns óleos essenciais também podem interferir no equilíbrio hormonal do corpo, com estudos mostrando que tanto o óleo de lavanda quanto o de tea tree contêm compostos que imitam o estrogênio e inibem a testosterona. Isso levou a um pequeno número de casos de ginecomastia pré-púbere, em que os meninos desenvolveram seios aumentados depois de aplicar repetidamente esses óleos na pele. Em todos os casos registrados, os sintomas desapareceram quando os meninos pararam de usar os óleos.

omam_gynecomasticaill-2-2ab1fab6--1-

Leia também: Óleo de Lavanda encontrado em sabonetes e xampus pode fazer com que meninos e meninas desenvolvam seios antes da puberdade de acordo com um estudo!

Analisando os dados, os autores do estudo explicam que, entre os que entraram em contato com o NSWPIC, cerca de 80% ingeriram acidentalmente óleos essenciais depois de confundir a garrafa com outra coisa, como xarope para tosse, ou foram resultado de erro terapêutico (13%). No entanto, 105 pessoas - representando 2,4% do total - haviam tomado deliberadamente os óleos, após desinformação sobre a segurança e eficácia de fazê-lo.

“Restritores de fluxo e tampas resistentes a crianças seriam desejáveis, mas os contêineres só precisam ter essas tampas quando o volume de óleo essencial exceder 15 mililitros”, explicam os pesquisadores. Dado que apenas 5 mililitros são suficientes para produzir toxicidade severa, os autores insistem que os regulamentos atuais são inadequados para garantir a segurança das crianças!

Fonte: IFL Science



Compartilhar no Facebook