Óleo Essencial de Gengibre: Alívio para Dores e Muito Mais!

Que o gengibre é uma raiz sensacional, com inúmeros usos para a saúde, você já sabe. Então, é de fato previsível que o óleo essencial de gengibre seja tão bom quanto o produto in natura.

O óleo essencial de gengibre é extraído da raiz quando esta ainda se encontra bem fresca, por destilação a vapor. Seu aroma e sabor são um pouco menos acentuados do que os da planta em si.

oleo-gengibre

Este óleo contém uma infinidade de substâncias com efeitos benéficos, como diferentes terpenoides e pirenos, linalol, geraniol e muitos outros. Bom, mas o que isso significa? Vamos descobrir!

Óleo essencial de gengibre e dores

O gengibre já é bastante conhecido por sua função de alívio de dores. O mesmo, portanto, pode-se dizer do óleo essencial.

Sua vantagem é que ele pode ser diluído e aplicado topicamente, aliviando a dor e melhorando a circulação no local.

Um estudo de 2001 utilizou um extrato de gengibre oralmente em pacientes que sofriam com dores de osteoartrite nos joelhos. Depois de 6 semanas, aqueles que receberam o extrato tiveram melhora significativa nos sintomas. Porém, evite ingerir sem orientação médica adequada.

download--60-

O que ocorre é que tanto o gengibre quanto seu óleo essencial ajudam na redução das prostaglandinas, substância ligada à sensação de dor. Um grande auxílio natural para quem sofre com o problema.

Outros benefícios do óleo essencial de gengibre

  • Redução da pressão arterial: um estudo de 2005 concluiu que o óleo de gengibre pode atuar no bloqueio dos canais de cálcio, auxiliando na redução da pressão.

  • Sistema digestivo: na aromaterapia, o óleo é usado para aliviar condições desfavoráveis do sistema digestivo, como náuseas, diarreia, indigestão, intoxicação alimentar e flatulência.

  • Apetite: o óleo essencial de gengibre também é tradicionalmente associado ao ganho de apetite.

  • Repelente: estudos indicam que ele também é um bom repelente de mosquitos, em especial o Anopheles culicifacies, um dos principais vetores da malária.

Portanto, fica a dica! Lembre-se de sempre conversar com seu médico antes de qualquer iniciativa e nunca substitua nenhum tratamento que esteja fazendo por conta própria. Você pode também aproveitar o gengibre in natura na sua alimentação.

Referências bibliográficas:

  • Arthritis & Rheumatism, 44: 2531-2538.
  • https://www.drrondo.com/7-usos-fantasticos-do-gengibre/
  • Indian J Malariol. 1995 Sep;32(3):104-11.
  • J Arthropod Borne Dis. 2014 Dec; 8(2): 186–19
  • Nutrition. Volume 36, April 2017, Pages 79-84
  • The Healing Trail: Essential Oils of Madagascar, 2002

Fonte: Dr. Rondó



Compartilhar no Facebook