Novo Tratamento usa Ultrassom para EXPLODIR Tumor na Próstata!

Pesquisadores americanos têm utilizado com sucesso um novo tratamento contra o contra câncer de próstata. Com aplicação da ultrassonografia por alta intensidade, os tumores em quase dois terços dos pacientes sumiram.

A técnica – que usa pulsos precisos de ultrassom para atacar tumores em uma sessão com duração inferior a 1 hora – pode significar evitar que muitos homens passem por uma cirurgia.

2017_06_15_10_31_55_42_prostate_400

Pesquisadores da Universidade da Califórnia em Los Angeles testaram o novo tratamento em 115 homens com câncer de próstata e em 80% os tumores foram destruídos.

Outro dado animador é que, um ano depois, 65% dos pacientes estava livre da doença.

Menos invasivo

prostata-grafico-kX4G--1024x512@abc

De acordo com os pesquisadores, o novo tratamento causa poucos efeitos colaterais. O tratamento consiste em doses precisas de ondas sonoras no tecido da próstata doente, poupando tecido nervoso saudável ao redor. Ele funciona usando um dispositivo em forma de bastão, inserido na uretra, que envia ondas sonoras.

Os elementos são controlados automaticamente por um algoritmo de software que pode ajustar a forma, a direção e a força do feixe de ultrassom terapêutico. O procedimento ocorre em um scanner de ressonância magnética, para que os médicos possam monitorar de perto o tratamento e avaliar o grau e a localização do tumor.

650x350_prostate_cancer_hifu_ref_guide

Segundo os pesquisadores, o tratamento dura em média 51 minutos. O novo tratamento contra o câncer de próstata já foi aprovado para uso clínico na Europa.

Como prevenir

No Brasil, um homem morre vítima da doença a cada 38 minutos. Parte dessas mortes poderia ser evitada se os diagnósticos fossem realizados na fase inicial da doença. Quando o tumor é descoberto no começo, o risco de metástase é menor e as chances de cura chegam a 90%.

A recomendação é que todos os homens acima dos 50 anos realizem exames de rotina. “Pessoas que estejam na faixa de risco, composta por homens acima de 50 anos, com histórico familiar, precisam discutir com seu médico sobre o rastreamento e os exames necessários. Mas, em geral, todos os homens devem fazer acompanhamento anual”, explica André Fay, oncologista do Grupo Oncoclínicas no Rio Grande do Sul.

A prevenção deve começar pelo menos 5 anos antes, em casos de homens negros ou com antecedentes familiares, já que esses compõem o grupo de risco.

O câncer de próstata é o segundo mais incidente entre os homens, ficando atrás apenas do carcinoma de pele não-melanoma. De acordo com uma estimativa do INCA , até o fim deste ano, o biênio 2018-2019 terá somado 68.220 novos casos da doença. Tal número corresponde a 7 diagnósticos a cada hora no país!

Fonte: Catraca Livre



Compartilhar no Facebook