Mulher sofre DERRAME enquanto seu Parceiro realizava Sexo Oral!

Uma mulher de 44 anos foi levada para o hospital por seu parceiro depois de perder a consciência por 3 minutos após receber sexo oral. Ele correu para o hospital temendo que ela tivesse sofrido um ataque.

Quando eles chegaram, o homem disse aos médicos que o corpo de sua parceira havia ficado duro durante o episódio. Ela ainda sentia-se mal quando chegou ao hospital e sofria de uma dor de cabeça desagradável, marcada como seis em dez na escala de dor.

sex-masturbation-orgasm-gettyimages-200517055-002

Tomografia computadorizada mostrou aneurisma

Os médicos liderados por Yunus Gokdogan no Chelsea and Westminster Hospital escreveram em um relato de caso do BMJ: "A paciente relatou que se aproximava do orgasmo enquanto recebia sexo oral de seu parceiro antes de perder a consciência. Estima que ficou inconsciente por dois ou três minutos, sem nenhuma atividade convulsiva relatada. Disse que estava bem antes do evento."

Dados os sintomas da mulher - incluindo a dor de cabeça - a equipe de Gokdogan a enviou para uma tomografia computadorizada. O exame revelou um "traço de sangue subaracnóideo agudo" - que é um tipo de derrame que causa sangramento no espaço ao redor do cérebro.

O sangramento do paciente foi causado por um pequeno aneurisma, uma protuberância em um vaso sanguíneo como um balão ou uma bolha que se rompe.

10872124-6798871-image-a-11_1552386220498

Brincadeiras apaixonadas causam súbito aumento da pressão arterial

A equipe de Gokdogan alertou que uma atividade intensa - incluindo brincadeiras apaixonadas - pode causar a explosão de aneurismas.

Eles escreveram: "Os fatores de risco conhecidos para a ruptura incluem atividades que envolvem aumentos súbitos da pressão arterial e a atividade sexual é bem descrita como desencadeante".

"Durante a atividade sexual, a pressão arterial, bem como a freqüência cardíaca, é muito instável, com aumentos específicos durante o orgasmo."

Mas eles disseram que estudos anteriores só viram esse efeito durante o sexo, e não durante o sexo oral. Após o tratamento, a mulher foi mantida no hospital por duas semanas para observação. Quatro meses após ela recebeu alta, mas ainda deve fazer check-ups regulares no hospital.

Que azar!

Fonte: The Sun



Compartilhar no Facebook