Menino de 4 anos com Câncer Raro se CURA do Coronavírus!

Em meio ao grande número de mortes por COVID-19 nos últimos tempos, mais uma criança é símbolo de esperança nessa pandemia.

Um menino de apenas 4 anos que estava lutando contra um câncer raro foi diagnosticado com o coronavírus, mas conseguiu se curar!

NINTCHDBPICT000576304864

O pequeno Archie Wilks, de Essex, na Inglaterra, possui neuroblastoma, um tipo raro de câncer que nasce a partir das células nervosas em várias partes do corpo, sendo mais comum nos tecidos da glândula suprarrenal. Em meio ao tratamento, o menino começou a desenvolver sintomas típicos da COVID-19.

Assim que Archie apresentou febre alta, os médicos realizaram exames que comprovaram que a criança estava com o vírus. Os pais do pequeno ficaram muito preocupados, pois seu sistema imunológico já estava fragilizado devido à quimioterapia, o que poderia causar graves complicações do novo coronavírus.

Em entrevista ao site The Sun, o pai de Archie, Simon Wilks, contou que foi um período assustador e que a família tomou todas as precauções possíveis para evitar a contaminação.

"Ele só saía de casa para receber o tratamento contra o câncer no hospital, mas, mesmo assim, pegou COVID-19. Depois disso, minha esposa, Henry [irmão de Archie] e eu, apresentamos sintomas da doença, mas felizmente todos nos recuperamos", contou o pai.

NINTCHDBPICT000576304906

Felizmente, no dia 1º de abril, Archie recebeu alta do hospital para continuar sendo observado em casa e, neste último sábado, dia 11, foi considerado curado do coronavírus. Atualmente o menino continua em tratamento contra o neuroblastoma.

Sintomas do coronavírus

Archie começou a dar indícios que havia contraído o novo coronavírus devido à febre alta. No entanto, existem outros sintomas menos perceptíveis que podem ser um sinal que o vírus foi contraído. Confira abaixo os principais sintomas:

  • Tosse seca
  • Dificuldade para respirar
  • Falta de ar
  • Coriza
  • Congestão nasal
  • Fadiga
  • Náusea

Fonte: Minha Vida



Compartilhar no Facebook