Maravilha amarela: Colírios com Extratos de Cúrcuma podem ajudar a tratar o Glaucoma!

Um derivado da cúrcuma pode ser usado em colírios para tratar os estágios iniciais do glaucoma - uma das principais causas de cegueira, segundo um estudo.

Pesquisadores do Imperial College London e da University College London, no Reino Unido, aplicaram curcumina, extraída da cúrcuma amarela, diretamente na parte de trás do olho, usando colírios, superando o desafio da fraca solubilidade da curcumina.

turmeric-0725

O estudo, publicado na revista Scientific Reports, mostrou que o colírio pode reduzir a perda de células da retina em ratos, que é conhecido por ser um sinal precoce de glaucoma.

Eles também estão investigando como o colírio poderia ser usado como uma ferramenta de diagnóstico para uma série de condições.

"A curcumina é um composto excitante que se mostrou promissor na detecção e tratamento da neurodegeneração implicada em numerosas condições oculares e cerebrais, do glaucoma à doença de Alzheimer, de modo que ser capaz de administrá-la facilmente em colírios pode acabar ajudando milhões de pessoas", disse a professora Francesca Cordeiro.

O glaucoma, uma das principais causas de cegueira, envolve principalmente a perda de células ganglionares da retina, localizadas perto da superfície da retina. A condição atinge 60 milhões de pessoas em todo o mundo, as estimativas sugerem, e é mais prevalente entre os idosos.

01

Já existiam evidências do efeito da curcumina na proteção das células ganglionares da retina, quando tomado na forma de comprimido. Mas o composto tem baixa solubilidade, o que significa que ele não se dissolve facilmente e pode levar muito tempo para entrar na corrente sanguínea. Os pacientes precisariam, portanto, tomar até 24 comprimidos de curcumina por dia para ver o benefício suficiente do composto.

O novo estudo britânico investigou outras formas de administrar a curcumina, na esperança de encontrar um método mais confiável. Colírios são o principal tratamento para o glaucoma, de acordo com o NHS. Todos eles trabalham reduzindo o acúmulo de pressão nos olhos dos pacientes.

A administração de curcumina como colírio aumenta o fator de solubilidade do composto em quase 400.000 vezes.

115018-thumb

E assim direciona imediatamente a curcumina nos olhos, em vez de em todo o corpo, o que significa quem o medicamento pode começar a trabalhar quase imediatamente.

Os roedores que receberam o colírio 2 vezes ao dia durante três semanas apresentaram níveis muito mais baixos de perda de células ganglionares da retina do que seus colegas.

Nenhum efeito colateral, incluindo irritação ou inflamação, foi observado pela equipe de pesquisadores.

Fonte: The Economic Times



Compartilhar no Facebook