Lavar máscara à mão aumenta risco de contaminação, indica estudo!

Um novo estudo publicado em setembro no BMJ Open revelou que lavar a máscara de pano à mão aumenta o risco de contaminação pelo novo coronavírus, que causa a Covid-19.

Como explicam os pesquisadores, o ideal é higienizar o acessório na máquina de lavar, utilizando água a 60 graus Celsius e sabão em pó.

lavar-mascaras

A pesquisa, liderada por Chandini Raina MacIntyre, da Universidade de New South Wales, na Austrália, é a revisão de um estudo conduzido por ela e publicado em 2015. À época, a especialista e sua equipe investigaram a eficácia das máscaras de tecido utilizadas por médicos em um hospital no Vietnã e descobriram que, de fato, o acessório muitas vezes continuava contaminado após a higienização.

"No novo estudo, nos perguntamos se a adequação da lavagem teve um papel no desempenho das máscaras de pano na antiga análise", explica MacIntyre em um texto publicado no blog da BMJ. "Acontece que esse pode ser o caso."

Reavaliando os dados, os cientistas descobriram que as máscaras higienizadas à mão estavam contaminadas, enquanto as lavadas na lavanderia do hospital estavam limpas e seguras para a reutilização. O motivo? Ao que tudo indica, a temperatura da água usada no processo!

_111977029_mediaitem111977027

"A higienização deve ser feita em água a pelo menos 60 graus Celsius com sabão", escreve MacIntyre. "A lavagem à mão em água fria ou morna, que pode ter sido o caso dos profissionais de saúde em nosso primeiro estudo, é inadequada."

A descoberta é respaldada pela recomendação da própria Organização Mundial da Saúde (OMS), que também recomenda a higienização das máscaras em temperaturas elevadas. "Há evidências crescentes de que o Sars-CoV-2 pode ser transmitido por aerossóis respiratórios, portanto, o uso de máscara facial por todos junto com a lavagem das mãos e o distanciamento físico é importante para o controle de infecções", pontua MacIntyre. "A lavagem diária adequada das máscaras de pano também pode ser importante para garantir a proteção."

Fonte: Revista Galileu



Compartilhar no Facebook