Pessoas que Dormem mal devem Beber mais Água, afirmam cientistas!

Novas pesquisas sugerem que o sono insuficiente pode causar desidratação, interrompendo a liberação de um hormônio que é fundamental para a regulação da hidratação.

Pesquisas indicam que pessoas privadas de sono devem beber mais água. O sono insuficiente não apenas prejudica a atenção e o julgamento, mas a privação prolongada do sono aumenta o risco de diabetes tipo 2, pressão alta, obesidade e doenças respiratórias.

sleep-dehydration-neurosciencneeww

Mais recentemente, alguns estudos descobriram que a insônia aumenta o risco de doença renal e morte prematura. Os rins desempenham um papel vital na hidratação e beber mais água melhora a saúde renal.

No entanto, poucos estudos examinaram os efeitos da privação de sono nos níveis de hidratação do corpo. Uma nova pesquisa tem como objetivo preencher essa lacuna. O líder do estudo foi Asher Rosinger, Ph.D., professor assistente de saúde comportamental na Pennsylvania State University, no State College.

O novo estudo, que examina o efeito do sono insuficiente nos níveis de hidratação entre adultos dos Estados Unidos e da China, foi recentemente publicado na revista Sleep.

'Se você está cansado, beba água extra'

Rosinger e colegas analisaram os dados disponíveis em dois grandes estudos: o National Health and Nutrition Examination Survey e o Chinese Kailuan Study. No geral, os pesquisadores examinaram os registros de mais de 20.000 adultos jovens saudáveis, que forneceram amostras de urina e completaram questionários sobre seus hábitos de sono.

Os cientistas examinaram a urina para dois marcadores de desidratação: gravidade específica e osmolalidade. Rosinger e a equipe também aplicaram modelos de regressão logística para avaliar a ligação entre a hidratação e a duração do sono.

Eles descobriram que as pessoas que dormiam regularmente 6 horas ou menos por noite tinham urina mais concentrada do que aquelas que dormiam cerca de 8 horas por noite.

man-sleeping-on-table-with-glass-of-water

"A curta duração do sono foi associada a maiores chances de hidratação inadequada em adultos, em comparação com 8 horas de sono", explicam os autores.

Mais especificamente, as pessoas que relataram que dormiam regularmente por 6 horas ou menos a cada noite tinham de 16 a 59% mais probabilidade de estar desidratadas do que aquelas que dormiam por 8 horas por noite. Estes resultados foram aplicados a ambas as amostras populacionais.

"Este estudo sugere que, se você não está dormindo o suficiente e se sente mal ou cansado no dia seguinte, beba água extra."

Vasopressina pode explicar resultados

Embora o novo estudo seja puramente observacional e não prove causalidade, os pesquisadores acham que o hormônio vasopressina pode ser responsável pela ligação entre muito pouco sono e falta de hidratação.

A vasopressina é um hormônio antidiurético que controla o equilíbrio hídrico do corpo durante o dia e a noite.

"A vasopressina é liberada mais rapidamente e mais tarde no ciclo do sono", explicou Rosinger, acrescentando: "Se você acordar mais cedo, pode perder a janela na qual mais hormônio é liberado, causando uma alteração na hidratação do seu corpo".

A desidratação tem vários efeitos negativos sobre a saúde. Pode causar fraqueza muscular, dores de cabeça e fadiga. Estar desidratado também pode afetar o humor e prejudicar a cognição.

Fonte: Medical News Today



Compartilhar no Facebook