"Hábito Intestinal Alternado": Sinal Perigoso para Câncer no Intestino!

Se você experimenta alterações frequentes na defecação, alternando dias de prisão de ventre e diarreia, vale a pena consultar um médico e realizar exames clínicos, pois a “bagunça” intestinal pode não ser apenas resultado de uma alimentação desequilibrada, mas sim um sinal perigoso de algo mais sério, como câncer no intestino.

iStock-907915830

O câncer de intestino é um dos tipos mais frequentes e perigosos, pois, se não for diagnosticado rapidamente e tratado, pode migrar para outras partes do corpo (por proximidade, pela corrente sanguínea ou linfonodos) e prejudicar diversas funções do organismo.

De acordo com a oncologista Sheila de Oliveira Ferreira, do Hospital 9 de Julho, o câncer de intestino é um tumor caracterizado pela multiplicação desordenada de células malignas em qualquer parte do órgão, que é dividido em intestino delgado, grosso, reto e ânus. Quando afeta o intestino grosso e reto, é chamado de câncer colorretal.

cancer-do-intestino

Além do hábito intestinal alternado, ou seja, períodos de diarreia e prisão de ventre, outros sintomas comuns de câncer no intestino são: desconforto ou dor abdominal ou retal, sangramento anal, presença de sangue nas fezes e anemia.

Embora tenha rastros genéticos, o câncer no intestino também pode ser resultado de hábitos alimentares e cotidianos, como dieta gordurosa, com muita carne vermelha e poucas fibras, consumo de bebidas alcoólicas, sedentarismo e, principalmente, tabagismo.

Diagnóstico e tratamento de câncer no intestino

saude

O diagnóstico de câncer de intestino pode ser obtido pela observação dos sintomas e confirmado através da coleta e análise de sangue oculto nas fezes, colonoscopia ou retossigmoidoscopias.

Os tratamentos para câncer no intestino podem variar de acordo com a localização e do estágio da doença, podendo abranger cirurgia, quimioterapia e, no caso dos tumores de reto, a radioterapia.

Quando diagnosticado nas fases iniciais, o câncer de intestino tem chances de cura de mais de 90%. Fique alerta aos sinais!

Fonte: Vix.com



Compartilhar no Facebook