Flúor pode diminuir função renal e hepática em adolescentes, sugere estudo!

A exposição ao flúor pode levar a uma redução na função renal e hepática entre adolescentes, de acordo com um estudo publicado por pesquisadores do Monte Sinai no Environment International em agosto.

O estudo examinou a relação entre os níveis de flúor na água potável e sangue com saúde renal e hepática entre os adolescentes que participaram da Pesquisa Nacional de Saúde e Nutrição, um grupo de estudos que avaliam o bem-estar de saúde e nutricional nos Estados Unidos.

figado-e-rim-500x323

As descobertas mostraram que a exposição ao flúor pode contribuir para mudanças complexas na função renal e hepática entre os jovens nos Estados Unidos, onde 74% dos sistemas públicos de água adicionam flúor para benefícios à saúde dental.

A água fluoretada é a principal fonte de exposição ao flúor nos EUA. Os resultados também sugerem que os adolescentes com pior função renal ou hepática podem absorver mais flúor em seus corpos.

Embora a exposição ao flúor em animais e adultos tenha sido associada à toxicidade renal e hepática, este estudo analisou os efeitos potenciais da exposição crônica de baixo nível entre os jovens. Isto é importante para estudar porque o corpo de uma criança excreta apenas 45% do flúor na urina através dos rins, enquanto o corpo de um adulto o limpa a uma taxa de 60% e os rins acumulam mais flúor que qualquer outro órgão no corpo.

dreamstimelarge_10298029-400x250

"Enquanto os benefícios odontológicos do flúor são amplamente estabelecidos, preocupações recentes foram levantadas sobre a adequação de sua adição generalizada à água potável ou sal na América do Norte", disse o primeiro autor do estudo, Ashley J. Malin, Ph.D., bolsista de pós-doutorado no Departamento de Medicina Ambiental e Saúde Pública da Escola de Medicina Icahn, no Monte Sinai.

"As descobertas deste estudo sugerem que pode haver potenciais problemas de saúde renal e hepática a serem considerados ao avaliar o uso de flúor e níveis apropriados em intervenções de saúde pública. Estudos prospectivos são necessários para examinar o impacto da exposição crônica a flúor de baixo nível nas funções renal e hepática na população dos EUA ".

O estudo analisou o flúor medido em amostras de sangue de 1.983 adolescentes e o teor de flúor da água da torneira nas casas de 1.742 adolescentes. Embora as concentrações de fluoreto de água da torneira tenham sido geralmente baixas, existem vários mecanismos pelos quais até baixos níveis de exposição ao flúor podem contribuir para a disfunção renal ou hepática.

Os achados deste estudo, combinados com estudos prévios sobre a exposição na infância a níveis mais elevados de flúor, mostram que há uma relação dose-dependente entre flúor e indicadores de função renal e hepática. Os achados, se confirmados em outros estudos, sugerem que pode ser importante considerar a função renal e hepática das crianças na elaboração de diretrizes e recomendações de saúde pública.

agua-quantidade-consumo-crianca

Efeitos colaterais potenciais à saúde incluem danos no sistema renal, danos ao fígado, disfunção tireoidiana, doença óssea e dentária e metabolismo proteico debilitado.

Fonte: MedicalXpress



Compartilhar no Facebook