FDA proíbe 7 Aditivos Alimentares ligados ao Câncer (mas eles ainda são encontrados em seus petiscos favoritos)!

Se você olhar para o rótulo da sua caixa de cereal favorita, é provável que você veja o ingrediente "sabores artificiais" listado. Você já parou para pensar o que exatamente compõe esses aditivos que fazem com que seu café da manhã fique com sabor de canela ou tenha um sabor tão forte?

Se não, então você ficará surpreso! Você está olhando para a benzofenona derivada de síntese, o acrilato de etila, o metil eugenol, o mirceno, o pulegone e a piridina. Ironicamente, esses 7 compostos são adicionados aos alimentos para torná-los mais naturais. Coincidentemente, eles também foram ligados ao câncer.

111925911_ice-cream-750x500

É por isso que a Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA), sob a pressão de várias organizações ativistas de consumidores, proibiu que esses produtos químicos de hortelã, canela, florais e outros sabores fossem adicionados a alimentos e bebidas - de sorvetes e donuts a doces e cervejas.

“Carcinógenos não têm lugar na comida que alimentamos nossas famílias. Esta é uma notícia bem vinda para milhões de americanos que inadvertidamente lancharam substâncias químicas causadoras de câncer por tempo demais. O passe livre da FDA para esses perigosos ingredientes secretos pára agora”, disse Erik Olson, diretor sênior de Saúde e Alimentos do Conselho de Defesa dos Recursos Naturais (NRDC) em um comunicado.

Seis das substâncias sintéticas estão sendo retiradas do mercado depois de terem sido comprovadas sua ação no apareciemnto do câncer, enquanto um sétimo simplesmente não é mais usado pela indústria, de acordo com uma petição multi-organizacional apresentada no Registro Federal. Até agora, os aditivos foram encontrados nos regulamentos de aditivos alimentares sob a Cláusula Delaney da Lei Federal de Alimentos, Medicamentos e Cosméticos de 1958, que exige que a FDA não aprove o uso de quaisquer aditivos que induziram o câncer em humanos ou animais em qualquer dose.

“Apesar de estarmos alterando nossos regulamentos sobre aditivos alimentares para essas substâncias aromatizantes sintéticas de acordo com a Cláusula de Delaney, a rigorosa análise científica da FDA determinou que eles não representam um risco para a saúde pública sob as condições de seu uso pretendido”, escreveu a agência em um comunicado.

cerealeatingg969909714_1445607

Leia também: Veneno lá fora, Comida no Brasil. Veja 10 coisas proibidas lá fora e consumidas por nós brasileiros!

Essas substâncias são normalmente usadas em alimentos e embalagens plásticas disponíveis no mercado americano (muitas já foram proibidas na Europa) em quantidades muito pequenas, resultando em baixos níveis de exposição. A FDA sustenta que uma recente avaliação de exposição descobriu que os aditivos não representam um risco de câncer para humanos nos níveis atuais de uso, mas o fazem em níveis muito mais altos em testes em animais.

A partir do momento da publicação na lei federal, as empresas têm 2 anos para remover esses aditivos e reformular seus produtos alimentícios.

559033008_508425931

Mais um grande motivo para sempre ficar atento aos rótulos dos alimentos que você leva para a sua casa e coloca na mesa para a sua família! Compartilhe!

Fonte: IFL Science



Compartilhar no Facebook