Estudo mostra ligação entre Xixi de Gato e Esquizofrenia!

Seu gato é amigo ou, involuntariamente, cúmplice de um parasita muito estranho que há muito é acusado de ter um efeito peculiar no comportamento humano, conhecido como Toxoplasma gondii. Uma série de estudos anteriores ligaram o parasita a tudo, desde comportamento de risco a problemas psiquiátricos graves, enquanto outras pesquisas descobriram que essa capacidade de "controlar a mente" talvez seja um pouco exagerada.

crianca_com_gato_junho_2015_620

Um novo estudo - o maior estudo desse tipo até hoje - analisou o debate e concluiu que o parasita notório tem laços com a esquizofrenia, embora a natureza do elo seja desconhecida.

Como relatado na revista Brain, Behavior, and Immunity, os pesquisadores analisaram amostras de sangue de mais de 11.500 pessoas que participaram do Estudo Dinamarquês de Doação de Sangue e procuraram por anticorpos específicos contra T. gondii e citomegalovírus (CMV), um vírus que infecta o vírus na maioria dos seres humanos. Sinais do parasita foram detectados em 25,9% das amostras de sangue. Eles também notaram que o parasita foi encontrado significativamente mais freqüentemente no sangue de pessoas que foram diagnosticadas com esquizofrenia.

58efe4267a149f5db5e9cee2d142a6d1

Os autores do estudo concluíram: “Descobrimos que os indivíduos com infecção por T. gondii tinham chances aumentadas de serem diagnosticados com transtornos de esquizofrenia comparados àqueles sem infecção”, acrescentando que “o nível de associação excede tanto os fatores genéticos quanto os fatores de risco ambientais para o desenvolvimento da esquizofrenia vistos até hoje, apoiando a estreita relação entre infecção por T. gondii e esquizofrenia.”

O T. gondii também é conhecido por sua capacidade de afetar o comportamento de camundongos, embora possa afetar o cérebro da maioria dos animais de sangue quente. Os ratos costumam ficar bem longe do cheiro de xixi de gato, compreensivelmente, porque é uma indicação clara de que eles estão no território de seu predador. No entanto, os camundongos infectados com o parasita parecem procurar ativamente o xixi do gato. Por sua vez, o rato atua como um veículo para o T. gondii entrar em contato com um gato, um dos únicos hospedeiros animais conhecidos em que o parasita pode se reproduzir sexualmente. Muito inteligente, não é mesmo?

151015142253_twins_cat_rat_624x351_getty

Uma vez que nós, humanos, somos bons amigos dos gatos, uma alta proporção da população (especialmente em culturas que gostam de gatos) também está infectada com T. gondii.

Não está claro como ou por que o parasita afeta o cérebro humano e nosso comportamento, embora algumas pesquisas sugiram que isso pode ser devido a mudanças nos níveis de dopamina. Já é de conhecimento também que o T. gondii está ligado a um aumento do risco de suicídio e acidentes de trânsito, talvez porque o parasita possa desencadear comportamentos de risco. No entanto, este estudo não encontrou uma forte associação entre esses fatores e o parasita.

Ainda assim, esse ponto permanece relativamente especulativo porque este estudo não procurou um mecanismo subjacente que pudesse explicar a elusiva ligação entre o T. gondii e os problemas de saúde mental.

No entanto, embora o caso esteja longe de ser resolvido, este estudo contribui para a crescente pilha de evidências que sugerem uma estranha ligação entre o T. gondii e a saúde mental.

Fonte: IFL Science



Compartilhar no Facebook