Escola encontra uma Maneira Nada Usual de Prevenir a Gravidez na Adolescência!

Uma gravidez em plena adolescênci, época em que a maioria dos jovens deveria estar estudando, se divertindo e aprendendo, é um fato realmente preocupante, principalmente quando assume caráter de "epidemia". Por conta disso, A Escola Adventista de Umuarama, cidade do interior do Paraná, radicalizou na tentativa de fazer com que seus alunos entendam a gravidade da situação.

Com um projeto intitulado "Bebê Saco de Arroz", os alunos do 8° e 9° anos cuidam ininterruptamente de bonecos de arroz de 5 kg durante uma semana. A ideia é que eles percebam na prática uma pequena amostra do que seria uma gravidez precoce.

04-2

Com idade média de 14 anos, os adolescentes precisam trocar as bonecas, alimentar, contabilizar custos e fazer relatórios sobre como têm sido a experiência de cuidar "de um bebê" de poucos meses de vida.

Também faz parte da tarefa envolver os pais para falar sobre o assunto, já que os bebês de arroz também devem receber cuidados dos alunos no ambiente familiar.

03-14

De acordo com oFundo de População das Nações Unidas (UNFPA), o Brasil tem a sétima maior taxa de gravidez adolescente da América do Sul, empatando com Peru e Suriname, com um índice de 65 gestações para cada 1 mil meninas de 15 a 19 anos. Os dados são referentes ao período de 2006 a 2015.

Segundo a agência da ONU, 1 em cada 5 bebês que nascem no Brasil é filho de mãe adolescente. Entre estas, de cada cinco, 3 não trabalham nem estudam; 7 em cada dez são afrodescendentes e aproximadamente a metade mora na região Nordeste.

essencias-mamy-01

Na avaliação da agência da ONU, a desigualdade econômica reforça e é reforçada por outras desigualdades. Por exemplo, a desigualdade enfrentada pelas mulheres mais pobres no acesso a serviços de saúde, onde apenas algumas privilegiadas conseguem planejar sua vida reprodutiva, reflete-se na incapacidade de desenvolver habilidades para integrar a força de trabalho remunerado e alcançar poder econômico.

O que você achou dessa ideia? Concorda? Comente!

Fonte: Hypeness



Compartilhar no Facebook