Encefalite por LICHIA mata 31 Crianças na Índia!

Pelo menos 31 crianças morreram no norte da Índia nos últimos 10 dias devido a uma doença cerebral que se acredita associada a uma substância tóxica encontrada em frutas de lichia, disseram autoridades de saúde na quarta-feira.

As mortes foram registradas em dois hospitais do distrito de Muzaffarpur, no estado de Bihar, famosos por seus exuberantes pomares de lichia, disseram autoridades.

6201912123131309561874

Leia também: "Lichia" pode matar, afinal? Entenda a polêmica!

Todas as crianças apresentaram sintomas da Síndrome da Encefalite Aguda (AES), disse à AFP o oficial de saúde Ashok Kumar Singh, acrescentando que a maioria sofreu uma perda súbita de glicose no sangue.

"O departamento de saúde já emitiu um aviso para as pessoas cuidarem de seus filhos durante o verão quente, quando a temperatura do dia está acima de 40 graus Celsius", disse Singh.

Pelo menos 40 outras crianças que se queixam de sintomas semelhantes estavam sendo atendidas em unidades de terapia intensiva.

"Estamos tentando o nosso melhor para salvá-los", disse S.P. Singh, diretor médico do Sri Krishna Medical College e Hospital.

Os surtos da doença ocorrem anualmente durante os meses de verão em Muzaffarpur e distritos vizinhos desde 1995, normalmente coincidindo com a temporada de lichia.

Encephalitis

Leia também: Descoberta a causa da morte misteriosa de crianças na India: a Lichia!

Conhecido localmente como Chamki Bukhar, a doença registrou um recorde de 150 vidas em 2014. Em 2015, pesquisadores dos EUA disseram que a doença cerebral poderia estar ligada a uma substância tóxica encontrada na fruta exótica.

Eles também disseram que mais estudos são necessários para descobrir a causa da doença, que leva a convulsões, estado mental alterado e morte em mais de um terço dos casos.

Surtos de doenças neurológicas também foram observados em regiões de cultivo de lichia em Bangladesh e no Vietnã.

Fonte: MedicalXpress

The Straits Times



Compartilhar no Facebook