Doação de Órgãos: Gugu Liberato "permanecerá VIVO" em 50 Pessoas!

E ele, Gugu Liberato, nem mesmo depois de sua trágica partida, para de nos emocionar. Então choramos de tristeza e de beleza! Que gesto lindo, doar todo o seu corpo para salvar outras vidas. Um gesto que todos nós temos que considerar como um privilégio à elevação do espirito.

Porque solidariedade não é doar aquilo que te sobra, mas aquilo que também te faz falta. Doemos risos, sangue e órgãos!

orgaos-de-gugu-beneficiarao-muitas-pessoas-arquivo-blasting-news_2359426

A família de Gugu Liberato, que teve morte cerebral após um acidente doméstico nos Estados Unidos, informou que seguiu a vontade do apresentador de doar os seus órgãos.

“Atendendo a uma vontade dele, a família autorizou a doação de todos os órgãos. Gugu sempre refletiu sobre os verdadeiros valores da vida e o quão frágil ela se revela. Sua partida nos deixa sem chão, mas reforça nossa certeza de que ele viveu plenamente”, diz a nota emitida pela assessoria de Gugu.

Segundo o Jornal R7 a doação de órgãos beneficiará pelo menos 50 pessoas. Graças às novas tecnologias desenvolvidas nos Estados Unidos, Gugu Liberato, que em vida decidiu doar todo o seu corpo, terá a chance de permanecer vivo no corpo de pelo menos 50 homens e mulheres. Nos EUA eles reutilizam, além dos órgãos internos, peles e ossos também.

Com isso, Gugu fez um dos gestos mais lindos de sua vida: entregar seu corpo a fim de salvar e/ou dar digna alegria a muitos. Com sua popularidade, ele ajudou a disseminar essa causa tão maravilhosa.

O que vamos fazer debaixo da terra com nosso coração ou pulmão. Nada, claro. Por que não ajudar a salvar uma vida? Há muitas pessoas que, por preconceito, não aceitam esse gesto altruísta. (Considerações de Catraca Livre)

O que é necessário para ser um doador de órgãos e tecidos

A doação de órgãos no Brasil bateu recorde no primeiro semestre deste ano, com 1.662 doadores. Um aumento de 16% em relação ao mesmo período do ano passado. Apesar disso, segundo o Ministério da Saúde, o índice de recusa das famílias em autorizar os transplantes ainda é alto, chega a 43%. (Saiba mais: www.saude.gov.br/doeorgaos)

Fonte: Portal Raízes



Compartilhar no Facebook