Depois de Perderem a Filha, Pais Alertam sobre os Riscos da Pipoca na Primeira Infância

Esse é o caso tocante da menina de 3 anos, Mirranda Grace Lawson, que não sobreviveu a uma parada respiratória causada pela ingestão de um simples grão de pipoca. Mirranda ficou 6 meses lutando pela vida antes de falecer em novembro. O caso é uma fatalidade, mas ainda assim os pais querem divulgar o ocorrido e alertar o maior número de pais possíveis.

Em casa onde tem criança, coisas simples, do cotidiano, podem se transformar em acidentes trágicos. Oferecer pipoca à crianças pequenas, por exemplo, pode levar a um acidente fatal. Tem que ter muito cuidado.

O acidente de Mirranda ocorreu no dia em que a mãe comemorava o aniversário em família. Estavam felizes juntos. Ao final do dia Mirranda apareceu correndo pela sala de estar. Seus olhos estavam arregalados, sua respiração parou. Estes foram os últimos momentos que a família teve com ela consciente.

Mirranda caiu ao chão, mas não tinha nada na boca, não parecia engasgada. Chamaram a ambulância. O coração dela havia parado. Mais tarde descobriram que havia um pedaço de pipoca entalado na traqueia da menina, que impedia o ar de entrar.

Fizeram massagem cardíaca. Ela ficou sob respiração artificial. Mas Mirranda não melhorava. Aos poucos ela foi partindo. Primeiro se foram suas funções cerebrais, depois o restante do organismo… Muito, muito tristes, os pais de Mirranda tentaram de tudo, mas o destino quis assim.

Da parte deles, o que resta agora é sobreviver amando outras crianças pelo mundo, alertando aos demais pais que têm a sorte de conviverem com seus filhos, sobre a importância de estarem atentos ao problema.

Saiba os riscos de dar pipoca para as crianças pequenas

Esse acidente é muito mais comum do que os pais imaginam. A recomendação da Academia Americana de Pediatria é que a pipoca deveria ser oferecida somente para crianças acima de 4 anos. Somente a partir dessa idade que elas atingem a maturação no ato de mastigar.

O sufocamento é uma das maiores causas de morte entre crianças. Para saber mais leia esse artigo!

Compartilhe esse alerta!



Compartilhar no Facebook