De Dor Crônica nas Costas a Má Postura... Músculo pouco conhecido pode ser o CULPADO!

Se você é uma das milhões de pessoas que sofrem de dor crônica nas costas decorrentes de uma musculatura fraca, problemas digestivos ou má postura, deveria saber um pouco mais sobre o músculo psoas, que conecta a sua coluna ao topo das pernas.

Ele nos permite dobrar as pernas em direção ao peito, ajuda a mover a perna para a frente quando andamos ou corremos, e nos permite curvar-se.

psoas-maior-musculo-500x314

Se ficamos muito tempo sentados, ou fazemos atividades como correr, andar de bicicleta, caminhar, ou até mesmo ficar de pé por um tempo prolongado, tornamos esse músculo muito tensionado, ou contraído.

Mas também, como ele está ligado à sua resposta de luta ou fuga - o músculo irá contrair-se devido à tensões emocionais ou físicas. Então, se você teve um acidente de carro, uma queda, ou sofreu um luto, o seu psoas vai se contrair.

Quando você não libera seu psoas, ele permanece contraído e o resultado final é dor nas costas. Se esse músculo ficar muito tenso, ele pode puxar a pélvis para a frente, criando uma tensão maior na região lombar e nos discos, causando dor, inflamação, rigidez e imobilidade.

colonna_vertebrale_

No entanto, alguns especialistas acreditam que toda a dor no corpo pode ser rastreada até um psoas contraído. A osteopata Suzanne Riley explica: “Como um flexor do quadril poderoso e um músculo profundo, o psoas é essencial para a saúde das costas".

O Yoga é um dos melhores exercícios para o músculo psoas, porque não só melhora a consciência corporal, o alinhamento e a flexibilidade, mas também lhe dá a oportunidade de alongar e liberar o músculo.

Como liberar um Psoas

images--41-

Equipamento necessário: Uma cadeira, um bloco de ioga fino ou cobertor dobrado

  • Coloque sua cadeira na sua frente e deite-se de costas. Inspire, expire e balance as pernas para que elas estejam descansando na cadeira.
  • Descanse sua cabeça em seu apoio.
  • Deite-se assim por pelo menos 5 minutos - leva tempo para o psoas se soltar.
  • Concentre-se em inspirar e expirar pelo nariz e conscientize-se de que o tórax e o abdome se elevam por inalação. Não force a respiração a ser lenta, apenas permita que ela encontre seu próprio ritmo.
  • Quando estiver pronto para se levantar, faça isso devagar. Traga os joelhos para o peito e pare por alguns momentos, depois role para o lado e pare novamente.
  • Então, quando estiver pronto, use as mãos para se sentar.

É isso aí. Simples!

Existem também algumas posições de ioga diferentes que ajudam muito.

HP_263_13_bjk_fnl

Essa posição é conhecida como "Eye of the Needle".

  • Deite de costas com os joelhos dobrados e os pés apoiados no chão.
  • Inspire, expire, coloque o osso do tornozelo direito sobre a coxa esquerda.
  • Traga a sua perna esquerda em sua direção e respire.

    -Segure por três respirações, antes de exalar e trocar de lado.

E outra posição muito boa é a chamada "Warrior".

yoga-reverse-warrior

  • Fique em pé com os pés afastados na largura dos quadris e voltados para a frente.

    -Inspire e, ao expirar, pise com o pé direito para a frente e, ao mesmo tempo, levante o calcanhar esquerdo do chão.

    -Dobre o joelho direito, certificando-se de que o joelho está sobre o tornozelo.
  • Quando estiver pronto, inspire e levante os braços sobre a cabeça e segure as mãos em uma posição de punho e estique o dedo indicador.

    -Respire, segure e olhe para cima se você se sentir estável.

Embora o alongamento seja importante, o ideal é liberar o músculo regularmente adotando uma postura de descanso construtiva. Felizmente a parte de liberação é muito fácil - e incrivelmente relaxante.

O ideal é fazer isso diariamente se você tiver um grande problema nas costas e algumas vezes por semana para problemas menores.

Fonte: The Sun



Compartilhar no Facebook