Criança vai para UTI após mãe colocar CEBOLA no quarto para aliviar Tosse!

A cebola se tornou popularmente conhecida como um "imã" de vírus e bactérias, funcionando como um descongestionante natural. Por isso, muitas mães e pais passaram a colocá-la cortada no quarto dos seus filhos resfriados durante a noite para que eles tenham um sono mais tranquilo. Porém, uma mãe resolveu seguir esse método e seu filho acabou parando na UTI!

O filho da Juliana Ishiara, Henzo, estava com sintomas típicos de um resfriado: com tosse, secreção e, principalmente, muita dificuldade para dormir. Durante a noite, ao perceber que a tosse não passava, Juliana começou a ficar preocupada e resolveu seguir uma dica que viu na internet.

2a45e929-1089-4076-951c-77e76589395f

Descascou e cortou uma cebola em quatro partes, colocou tudo em um prato e o posicionou próximo à cama do Henzo. Porém, o que ela não esperava é que essa ideia iria piorar a situação de seu filho.

Segundo entrevista à revista Crescer, ele começou a ter uma crise de tosse muito forte, que não parava. Em poucos minutos, a dificuldade para respirar levou o menino a vomitar.

A mãe de Henzo o levou para o pronto-socorro, onde o garoto teve que tomar injeção de adrenalina e fazer inalações de resgate com altas doses de medicamento. Depois, ficou internado na UTI por 5 dias e teve mais dois dias de observação.

As enfermeiras do hospital que Henzo ficou internado relataram que outras crianças já passaram pela mesma situação após o contato com a cebola cortada.

Cebola no quarto ajuda na tosse?

os-beneficios-da-cebola1

A cebola é rica em vitaminas A e C, que fortalecem o sistema imunológico, enxofre, que possui a capacidade de aliviar os sintomas dos resfriados e quercetina, que auxilia no combate a diversas doenças do sistema respiratório. A pneumologista infantil Fernanda Bombarda explica que essas características podem somente ajudar a aliviar alguns sintomas e eliminar mais rapidamente o excesso de catarro.

Porém, ao ser cortada, a cebola libera um gás volátil à base de enxofre, que provoca justamente o cheiro característico."Para as crianças que desenvolvem uma hiper-responsividade brônquica, esses odores fortes, como de perfume ou até mesmo da cebola, podem desencadear uma crise. Logo essa hipersensibilidade pode provocar broncoespasmos e dificuldades na respiração", explica a médica.

Fonte: Minha Vida



Compartilhar no Facebook