Coronavírus: Cuidados para não colocar a Saúde dos IDOSOS em Risco!

Entre os mais jovens, as entidades científicas e médicas já observaram que o novo coronavírus tem um baixo poder letal. Até os 39 anos, a taxa de mortalidade é de 0,2%, porém, esse percentual chega 14,8% entre os idosos, de acordo com um estudo realizado em fevereiro pelo Centro Chinês de Controle e Prevenção de Doenças (CCDC).

Isso acontece por conta da baixa imunidade desse último grupo de pessoas, considerado um dos mais vulneráveis às complicações decorrentes do vírus. Além dos idosos, pessoas com doenças crônicas graves, imunodeprimidas e pacientes oncológicos também fazem parte do grupo de risco.

960x0--1-

Embora as recomendações de prevenção do coronavírus sejam universais, ou seja, as mesmas para qualquer idade e condição de saúde, existem alguns conselhos direcionados especialmente para pessoas acima dos 60 anos, suas famílias e cuidadores.

Recomendações para os idosos

Os idosos que já possuem outras enfermidades devem mantê-las sob controle para não ficarem mais suscetíveis a uma nova infecção. Eles também devem evitar multidões, especialmente em locais fechados.

Também é muito importante verificar se as vacinas estão em dia, principalmente a da gripe. Neste ano, por conta da pandemia do coronavírus, o Ministério da Saúde adiantou a campanha da vacinação, que vai começar no dia 23 de março. Serão imunizados, primeiramente, os idosos e os trabalhadores da saúde, que atuam na linha de frente do atendimento à população.

v3imagesbin18f7a7418a07114f075b375967e46460-siashhmxt541gxcdzt2_t1880

Outra recomendação aos idosos é manter uma boa alimentação e fazer atividade física regularmente. Isso ajuda a retardar a deterioração do sistema imunológico.

Familiares e cuidadores também precisam redobrar o cuidado. “Pessoas que forem ter contato com idosos precisam lembrar de caprichar na higiene das mãos”, recomenda o médico infectologista Gerson Salvador.

Medidas preventivas gerais

Além de lavar bem as mãos com água e sabão por, no mínimo, 20 segundos ou higienizá-las com álcool gel várias vezes ao dia, também é importante evitar tocar na boca nariz ou olhos se estiver em um ambiente público, porque o vírus é transmitido por via aérea e pelo contato com secreções respiratórias.

Também deve-se evitar o contato próximo com pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença; utilizar lenço descartável para higiene nasal; cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir; não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas e manter os ambientes bem ventilados.

Fonte: Catraca Livre



Compartilhar no Facebook