Parece bobo, mas não é! Confundir gases com infarto é um erro real e muito comum!

Sensação de aperto no peito, mal-estar e, ao final do diagnóstico, tudo não passava de um problema intestinal. Quem já confundiu infarto com gases sabe que os sintomas podem mesmo enganar e, ao que tudo indica, isso é mais comum do que parece.

Existem alguns sintomas que ajudam a diferenciar uma coisa da outra, mas, na via das dúvidas, sempre procure um médico!

Heart-Attack

Gases ou infarto? Como diferenciar?

O maior motivo de confusão entre a doença e o problema com gases é causado por uma distensão da válvula que fica entre o esôfago e o estômago. Esse fenômeno acaba causando a dor semelhante a de um infarto.

Em alguns casos, ela ainda acaba por refletir no ombro esquerdo e nas costas, algo parecido com o que acontece durante a alteração do coração, como explicou o gastroenterologista Guilherme Andrade, do Hospital 9 de Julho (São Paulo.

Por isso, estar atento aos sintomas secundários é de grande importância para definir o grau de perigo da dor que você sente.

Casos de gases, por exemplo, nunca são acompanhados de febre, sangramento, vômito, ânsia e falta de ar. Estes sinais indicam que a sensação de aperto no peito pode ser originária de algo mais grave.

open-uri20131224-31750-1c314vu

Além disso, é importante ficar atento ao que foi consumido na refeição anterior. Os gases podem ser causados pelo consumo de bebidas gaseificadas, gorduras, leite e até vegetais como brócolis, cebola e frutas secas. Perceba se você está se sentindo inchado, algo que não é causado pelo problema intestinal (ele apenas causa a sensação de estufamento).

Caso o desconforto seja muito grande ou você sinta algum dos sintomas secundários, o ideal é buscar o auxílio de um médico. Segundo o especialista, exames simples conseguem determinar a causa da dor, bem como o tratamento correto. Compartilhe!

Fonte: Vix.com



Compartilhar no Facebook