Cera de ouvido revela nível de estresse no organismo, sugere estudo!

Pesquisadores da University College London, no Reino Unido, fizeram uma descoberta no mínimo inusitada. Em um artigo publicado no periódico científico Heliyon, eles sugerem que os níveis de estresse de um indivíduo podem ser medidos com alto grau de precisão por meio da cera de ouvido.

QT-Ear-wax-1024x683

A explicação está no cortisol, hormônio que "acende o alerta" do nervosismo para o cérebro. A concentração da substância no organismo aumenta em situações estressantes, e a equipe de cientistas descobriu que uma parcela significativa vai parar nas secreções do canal auditivo.

O psiquiatra Andres Herane-Vives, autor principal do estudo, explica que a descoberta abre caminho para um diagnóstico mais objetivo de condições mentais, incluindo ansiedade e depressão. Isso porque a prescrição de medicamentos para esses transtornos costuma ser baseada em sinais subjetivos descritos pelos pacientes.

Logo, explica o médico, o novo método poderia fornecer uma "medida biológica" para auxiliar os profissionais de saúde. Por isso, ele e sua equipe desenvolveram uma haste flexível em tamanho aumentado para colher amostras de cera.

trears-earwax-device-can-measure-cortisol-levels

Entretanto, Herane-Vives explica que essa possibilidade deve ser recebida com cautela, já que o papel do cortisol em transtornos psiquiátricos não é totalmente compreendido. O que se pode afirmar com certeza, por enquanto, é que a técnica revela se o paciente esteve muito estressado nos últimos dias ou semanas.

"Após este estudo piloto bem-sucedido, se nosso dispositivo resistir a um exame mais minucioso em estudos maiores, esperamos transformar o diagnóstico e o tratamento de milhões de pessoas com depressão ou condições relacionadas ao cortisol, como doença de Addison e síndrome de Cushing, e potencialmente várias outras condições", afirma.

O psiquiatra lembra que existem outras maneiras de medir o cortisol, também, mas que o exame de cera de ouvido é potencialmente o método mais efetivo já encontrado.

Amostras de sangue, ele explica, revelam os níveis do hormônio no organismo apenas naquele momento específico, enquanto na secreção do ouvido ele pode se acumular. O cortisol também está presente nos fios de cabelo, mas em concentração menor.

trears

Após a descoberta, Herane-Vives abriu uma empresa chamada Trears para comercializar a haste flexível utilizada para coletar amostras de cera. Futuramente, ele espera que sua técnica possa ser usada para monitorar outras substâncias no organismo, como a glicose.

Fonte: Olhar Digital



Compartilhar no Facebook