"Blue Monday": Hoje é o Dia mais Triste do Ano!

Hoje é o dia mais triste do ano. Isso é o que apontam pesquisas realizadas pela Universidade de Cardiff, no País da Gales.

Pelos estudos, a terceira segunda-feira de janeiro é o dia do ano em que as pessoas se sentem mais tristes. Isso porque, com as dívidas, o fim das férias e das festas, além da falta de planejamento para os objetivos do ano, a maioria das pessoas sente uma queda na motivação.

bluemondayyearinreview

A data tem sido chamada há mais de uma década de “Blue Monday” e é levada à sério no Reino Unido, onde é constatado um maior número de faltas no trabalho neste dia.

Confira 10 dicas para enfrentar o dia mais triste do ano!

1. Não reclame: Falar ou pensar coisas negativas acabam prejudicando seu rendimento e sua motivação.

2. Dedique um tempo a você mesmo: Tire 30 minutos para fazer algo que goste, mesmo que seja banal.

3. Evite fazer refeições com pressa: Almoce ou tome café confortavelmente, sentado e com calma.

4. Analise seus planos e objetivos: Pergunte-se: “Qual contribuição quero dar com meu trabalho?”, “O que pretendo alcançar?”, “Como posso agir melhor com o que tenho?”

5. Faça reflexões: Pense em si mesmo e em tudo o que tem ao seu redor de maneira positiva.

whc8K97hQDqIZXBQvniB

6. Encontre bons motivos para aproveitar a segunda-feira: Apesar de muitas pessoas odiarem este dia da semana, é possível encontrar vantagens dentro da rotina.

7. Comece a dizer não: Se algo não lhe agrada, não hesite em dizer não.

8. Renuncie a situações rotineiras que atrasam sua vida: Comece a mudar sua rotina com foco na produtividade, assim você escapará das mesmas situações de desânimo.

9. Quer ser líder? Avalie a possibilidade de conversar com um coaching para descobrir como atuar melhor com sua equipe.

10. Pense nos fins de semana como férias: Separe os dias de descanso para ficar com os amigos, família e filhos, além de passear e viajar como se estivesse em férias.

Como foi a sua "Blue Monday"? Você realmente acha que essa pesquisa faz sentido? Comente!

Fonte: Exame.com



Compartilhar no Facebook