Banana é melhor que energético para atividade física e treino!

Você faz atividade física regular ou é um esportista? Então sempre leve sempre contigo uma banana! Solução natural, barata e definitivamente muito melhor do que as bebidas energéticas, para se abastecer de carboidratos, vitaminas e minerais. É o que diz uma nova pesquisa.

Bebidas energéticas são geralmente cheias de substâncias indesejáveis como aromas, corantes e conservantes, bem como quantidades excessivas de substâncias estimulantes como a taurina.

Podemos escolher outras soluções decididamente mais naturais, incluindo bons frutos, e isso inclusive para quem treina ou pratica esportes.

Banana-Nutrition-750x350

Uma pesquisa, conduzida pela Appalachian State University of Kannapolis e publicada na revista Plos One, comparou os efeitos sobre as células, com relação aos carboidratos geralmente consumidos durante os treinos.

Como sabemos, carboidratos são de importância fundamental para o metabolismo do nosso corpo, já que extraímos a maior parte da energia deles. E isto é particularmente útil mesmo durante as atividades físicas quando, ingerindo estas substâncias, permitimos que os músculos tenham a nutrição adequada e mantenham baixo o nível de inflamação.

Através de um experimento, os pesquisadores tentaram entender se existe uma alternativa natural válida para as bebidas energéticas que geralmente as pessoas usam durante seus treinos. E na verdade existe uma boa alternativa: a banana, fruta nutritiva e de poder anti-inflamatório, mesmo que tenha a pequena desvantagem de criar inchaço abdominal em alguns casos.

Para chegar à tais conclusões, os especialistas pediram a 20 ciclistas profissionais de ambos os sexos que percorressem 75 quilômetros de bicicleta, bebendo apenas água. Pediu-se então ao mesmo grupo que repetisse o percurso bebendo energéticos ou comendo meia banana a cada 30 minutos.

cyclist-banana

Para avaliar marcadores de inflamação e metabólitos, os pesquisadores verificaram os valores sanguíneos antes e depois do percurso.

Resultados

  • beber água: mostrou níveis relativamente altos de marcadores inflamatórios

  • beber energéticos: os marcadores inflamatórios eram mais baixos e os perfis metabólicos menos estressados

  • comer meia banana a cada 30 minutos: marcadores inflamatórios mais baixos, menos perfis metabólicos estressados e mais bloqueio de alguns genes que intensificam a inflamação.

Os açúcares presentes na banana são, portanto, mais digeríveis e podem reduzir melhor o estresse muscular em comparação com as bebidas energéticas.

Porém os pesquisadores ainda não conseguiram entender o mecanismo pelo qual a banana age, e se a dose recomendada no experimento é realmente a mais eficaz.

Interessante!

Fonte: Green Me



Compartilhar no Facebook