"Aspirina": Medicação diária comum aumenta o risco de Hemorragia Interna Grave, alertam os médicos!

Qualquer pessoa com o hábito de tomar uma aspirina diariamente deve conhecer os riscos envolvidos, dizem os pesquisadores por trás de um novo estudo: enquanto reduz o risco de um ataque cardíaco ou derrame, aumenta o risco de hemorragia interna grave.

Neste estudo em particular, estamos falando de adultos sem doenças cardíacas existentes, e os cientistas dizem que os perigos potenciais superam os potenciais benefícios - então pense duas vezes antes de tomar uma aspirina por dia no futuro!

aspirina

A nova pesquisa é um meta-estudo de ensaios clínicos anteriores, examinando tendências e padrões em mais de 164.000 indivíduos, e desafia a sabedoria convencional de que as aspirinas diárias são uma maneira segura de reduzir o risco de doenças cardíacas, especialmente para pessoas mais velhas.

"Este estudo demonstra que não há evidências suficientes para recomendar o uso rotineiro de aspirina na prevenção de ataques cardíacos, derrames e mortes cardiovasculares em pessoas sem doença cardiovascular", diz um dos pesquisadores, Sean Zheng, do King's College London, no Reino Unido.

"Tem havido mais incerteza em torno do que deve ser feito em pacientes com maior risco de doença cardiovascular e em pacientes com diabetes. Este estudo mostra que, embora os eventos cardiovasculares possam ser reduzidos nesses pacientes, esses benefícios são acompanhados por um risco aumentado de grandes eventos hemorrágicos".

blood-300x229

Mesmo antes deste estudo chegar, os especialistas disseram que as pessoas só devem tomar doses baixas regulares de aspirina, a conselho de um médico - há muitos fatores de saúde a considerar com a droga, embora saibamos que ela pode ser um remédio muito eficaz.

Vale a pena pacientes e médicos avaliarem os prós e os contras do uso da aspirina como medida preventiva, e talvez considerando opções alternativas (como controlar a pressão arterial ou parar de fumar).

Em um editorial que acompanha o estudo, Michael Gaziano, do Hospital Brigham and Women, em Boston, que não esteve envolvido na pesquisa principal, diz que a aspirina ainda continua sendo "um medicamento importante" para prevenir problemas de saúde cardiovascular - desde que o utilizemos com sabedoria.

"O uso de aspirina requer discussão entre o paciente e seu médico, com o conhecimento de que quaisquer pequenos benefícios cardiovasculares potenciais são ponderados contra o risco real de sangramento grave", diz Zheng.

A pesquisa foi publicada no Journal of American Medical Association.

Compartilhe essas informações para que as milhares de pessoas que utilizam a aspirina como uma automedicação diária estejam cientes desse grave risco!

Fonte: Science Aleret



Compartilhar no Facebook