Alimentos de Origem Animal tem MAIS Agrotóxicos do que os Vegetais, diz médico!

Não há dúvidas de que consumir alimentos vegetais vindos de produções orgânicas e agroecológicas seja o ideal, mas infelizmente eles não são acessíveis para todos. Em decorrência disto, muitas pessoas acreditam que os alimentos vegetais não são saudáveis por conta do uso de agrotóxicos, e que os produtos de origem animal estariam isentos destes químicos.

Mas de acordo o médico nutrólogo Eric Slywitch, os alimentos de origem animal não apenas estão contaminados com estes produtos, como os apresentam em níveis ainda maiores do que em vegetais.

eggs_and_dairy11

Ele escreveu sobre o assunto em sua página do facebook – clique aqui para acessar o texto completo, bem como os links para os estudos citados pelo médico.

“No Brasil, as análises sobre o teor de resíduos de agrotóxicos em alimentos é realizado apenas em vegetais, o que traz a falsa impressão de que os alimentos de origem animal estão livres de contaminação.”, ele explica.

vaca-pastando

“Como parte dos agrotóxicos é altamente lipossolúvel, sua capacidade de infiltração em tecido gorduroso é elevada e eles percorrem rapidamente a cadeia alimentar após a pulverização em vegetais ou após o contaminação de fontes hídricas, inclusive do oceano. Essa difusão acontece com outros produtos também, como o mercúrio, e não é à toa que os níveis desse metal pesado no organismo de veganos são bem menores do que os encontrados no organismo de indivíduos que comem peixes.”

“Os estudos mostram que carne, peixes, laticínios e frutas são os principais alimentos contaminados com organoclorados (uma “família” de agrotóxicos). E os alimentos de origem animal são também muito mais contaminados que os vegetais por diversos outros tipos de agrotóxicos.”

“Os consumidores secundários e terciários da cadeia alimentar ficam mais expostos, pois ao comerem outro animal ingerem tudo o que se acumulou no seu tecido adiposo ao longo de toda a vida. O vegetariano estrito será exclusivamente consumidor primário.”

A maior contaminação humana por organoclorados é proveniente do consumo de carne e derivados animais. Mais um estudo avaliou essa condição: as carnes e ovos foram os maiores responsáveis pela ingestão elevada de pesticidas organoclorados, que, no caso do Aldrin, chegava a 348% da ingestão diária aceitável na população geral (onívora) e a 146% a 183% nos vegetarianos.

glifosato

Os autores, apesar desse dado, ainda defendem a ideia errônea de que, teoricamente, a dieta vegetariana teria maior probabilidade de contaminação com outros pesticidas devido ao consumo maior vegetais , mas isso não é demonstrado nos estudos.

Será que essa não seria uma das causas desse aumento desenfreado de casos de câncer e de tantas outras doenças degenerativas, como o Alzheimer? Reflita!

Fonte: Veggi & Tal



Compartilhar no Facebook