Alergias a Amendoim se tornaram "quase epidêmicas"! O que fazer com as Alergias Alimentares?

Entre as crianças, as alergias aos amendoins e outros tipos de alimentos continuam aumentando, mas especialistas dizem que há algum progresso no controle ou na prevenção de reações potencialmente fatais.

Uma alergia alimentar, definida como uma reação que ocorre quando o sistema imunológico ataca proteínas inofensivas, é uma doença que as indústrias farmacêuticas estão trabalhando para descobrir um tratamento.

Allergy-Epidemic-576x360

Um método envolve tratamentos que introduzem pequenas quantidades de amendoim a quem sofre de alergias, o que aumenta gradualmente a quantidade para criar tolerância.

O segmento em explosão da população que sofre de certas doenças alimentares está subindo rapidamente, e os especialistas estão perplexos com as razões. Um estudo do Jaffe Food Allergy Institute, no hospital Mount Sinai, em Nova York, descobriu que de 1997 a 2008, as alergias ao amendoim triplicaram de 1 em 250 crianças para 1 em 70.

"Realmente é quase uma epidemia", disse o diretor do instituto, Scott Sicherer.

"É impossível negar um aumento", disse ele, acrescentando que "cerca de 2 crianças por sala de aula têm alergias alimentares". "Não é apenas a nossa imaginação".

No ano passado, os Institutos Nacionais de Saúde disseram que a exposição precoce poderia ajudar a prevenir alergias ao amendoim, com novas diretrizes clínicas sugerindo que os pais introduzam alimentos que contenham amendoim para as crianças "nos primeiros quatro a seis meses".

Sicherer disse que a melhora da tolerância ao amendoim pode afetar os alérgicos e suas famílias. "Se você pode aumentar o limite, digamos que de 1/100 de um amendoim para dois amendoins, isso é uma segurança incrível."

Não é apenas amendoim. Leite, ovos, trigo, soja, peixe e outras nozes estão também entre os alimentos que causam as alergias mais comuns. "Eles são responsáveis pela maioria das alergias alimentares, mas você pode ser alérgico a quase qualquer alimento", disse ele.

"A maioria das crianças supera as alergias ao leite e ovos, mas as alergias a amendoim são mais difíceis", disse ele.

Sicherer, que é autor de "Alergias Alimentares: Um Guia Completo para Comer Quando Sua Vida Depende Dele", disse que uma possível causa é "a teoria da limpeza", que sugere que crianças não estão sendo expostas aos germes que ajudam a construir imunidade.

"O pensamento é que agora temos uma vida tão limpa", que as crianças estão em computadores e não em playgrounds, disse ele.

Kids-Food-Allergies-Especially-to-Peanuts-Are-on-the-Rise-1440x810

Como resultado, "nosso sistema imunológico pode estar sendo mal direcionado e atacar coisas que ele não precisa, porque nosso sistema imunológico é a parte do corpo que deveria nos proteger dos germes", acrescentou. "Mas para alergias, ele ataca os alimentos e nos deixa doentes".

Embora ainda não exista uma cura para as alergias alimentares, Sicherer disse que os tratamentos são "muito promissores, não apenas para o amendoim, mas também para outros alimentos. A outra coisa surpreendente é que temos mais de uma dúzia de diferentes terapias que estão sendo preparadas e testadas em pessoas agora."

O objetivo final é uma cura completa, disse o médico. "Mas enquanto isso, a segurança é realmente uma grande parte disso. Quando você está vivendo com uma alergia alimentar, é como se estivesse vivendo em uma situação de minas terrestres", acrescentou. "Cada refeição, cada lanche, cada festa, cada atividade social - aquela comida que pode me machucar vai estar lá!"

Fonte: CNBC.com



Compartilhar no Facebook