8 Sinais de Depressão em Crianças e Adolescentes!

Quando se fala em depressão, qual a primeira coisa que você pensa? Temos a tendência a sempre imaginar pessoas depressivas “tristes”, angustiadas, alguém cujas feições demonstrem exatamente como estão se sentindo. Mas nem sempre é o caso… Principalmente quando se trata de crianças e adolescentes.

Embora elas realmente possam demonstrar esse problema da forma falada acima, há outros fatores que podem ser um sinal de alerta para pais e educadores.

criancadepressao

Segundo a Dra. Claire Mcarthy, pediatra do Boston Children’s Hospital e professora de pediatria da Escola de Medicina da Universidade de Harvard, estes são alguns sinais que devem ser considerados:

1. Diminuição das notas escolares

Embora haja muitos fatores que podem ocasionar notas ruins na escola, a possibilidade de depressão deve ser considerada seriamente como possível causa do baixo desempenho escolar.

2. Tédio

Quando a criança passa a demonstrar falta de interesse em atividades que gostava, parecendo sempre entediada, pode ser um sinal de alerta

3. Raiva e irritação

Também há muitos possíveis motivos para irritações, principalmente entre os adolescentes. Mas quando isso torna-se muito frequente, fique atento!

4. Desistência de atividades

Crianças e adolescentes estão sempre em atividade. Podem ser esportes, música e muitos outros. O problema é quando elas começam a desistir delas sem colocar nada no lugar.

5. Fadiga

Outro problema que também pode ter diversas causas… E uma delas é a depressão. Fique em alerta caso a criança ou adolescente pareça sempre cansado.

6. Dores frequentes

Além de um check up que possa identificar o motivo de dores frequentes, como dor de cabeça ou estômago, você precisa pensar na possibilidade da depressão. Ela realmente pode causar sintomas físicos, como dores em diferentes partes do corpo.

7. Comportamento perigoso

Quando crianças e principalmente adolescentes praticam atividades potencialmente perigosas com muita frequência, é mais um sinal de alerta. Comportamentos como se automachucar merecem ainda mais atenção.

8. Problemas com relacionamentos

Discussões são normais nessas fases da vida, mas quando se transformam em brigas frequentes, podem esconder quadros depressivos. O mesmo vale para crianças e adolescentes que começam a passar menos tempo com os amigos.

Se este realmente for o diagnóstico, uma boa opção são alimentos e suplementos naturais que auxiliam no tratamento e atenuação de sintomas. Dieta com restrição de açúcar, probióticos, vitamina B12, vitamina D e Ômega 3. Antes de qualquer decisão, converse sempre com seu médico. Só ele pode fazer as indicações exatas para cada caso.

E lembre-se: nem sempre a depressão aparece da forma como você imagina. Às vezes, é necessário um olhar atento para descobri-la, ainda mais nos pequenos. O quanto antes isso acontecer, melhor!

Referências bibliográficas:

  • In children and teens, depression doesn’t always look like sadness. Claire McCarthy, MD. Harvard Medical Publishing. Mar. 13. 2018.

Fonte: Dr. Rondó



Compartilhar no Facebook