5 xícaras de Café por dia previne a diabetes tipo 2?

Desde 2002, os estudos têm consistentemente destacado uma ligação entre o consumo de café e um menor risco de desenvolver diabetes tipo 2. Metanálises subseqüentes adicionaram evidências ainda mais fortes dessa associação.

Assim, embora a causa e o efeito ainda não tenham sido definitivamente comprovados com ensaios clínicos randomizados (ECRs) e o mecanismo fisiológico subjacente permaneça misterioso (as propriedades antiinflamatórias e/ou antioxidantes dos compostos bioativos do café são alguns dos atuais principais candidatos teorizados), bebedores de café regulares têm sido capazes de justificar alegremente seu vício por algum tempo.

coffee-beans-roasted-for-diabetes-640x317

De fato, a poção torrada de semente (sim, semente) tem sido associada a uma riqueza de benefícios para a saúde, incluindo uma vida útil mais longa e riscos mais baixos de várias formas de câncer e demência.

E agora uma nova meta-análise que compilou descobertas de 30 coortes prospectivas compostas de 1,2 milhão de participantes mostra que indivíduos que relataram o hábito mais pesado de tomar café (maior faixa = média de 5 xícaras por dia) tinham 29% menor risco de desenvolver diabetes tipo 2 em comparação com aqueles que não ingeriam a bebida.

A pesquisa, liderada por dois cientistas do Karolinska Institutet, na Suécia, e publicada na Nutrition Reviews, também fornece apoio adicional à teoria de que os efeitos protetores do café provêm de outros compostos além da cafeína, já que pessoas que relataram beber café descafeinado mostraram riscos igualmente reduzidos em comparação com aqueles que bebiam muito pouco ou nenhum café de qualquer espécie.

Além disso, enquanto aqueles que consomem 5 ou mais porções tinham o menor risco de desenvolver diabetes tipo 2, os autores descobriram que o efeito protetor do café parece ser dose-dependente.

“Os resultados para o café cafeinado e descafeinado foram disponibilizados em 10 estudos. Comparando a categoria mais alta versus a mais baixa, tanto o consumo de café com cafeína como o consumo de café descafeinado foram inversamente associados ao risco de diabetes tipo 2”, escreveram eles.

Como-fazer-um-bom-cafe-passado-na-hora

O risco de diabetes tipo 2 diminuiu, respectivamente, em 7% e 6% por xícara de incremento de cafeína e café descafeinado.

Porém uma nota afirma que “o autor Mattias Carlstrom recebeu financiamento do ISIC, uma organização sem fins lucrativos fundada em 1990 e dedicada ao estudo e divulgação de ciência relacionada ao café e à saúde". O autor assegura que o financiamento obtido do ISIC não afetou de maneira alguma a produção ou o conteúdo do estudo atual.

Fonte: IFL Science



Compartilhar no Facebook