5 Coisas que são Quase tão Mortais quanto Fumar, e as vezes mais difíceis de evitar!

O tabagismo, um dos hábitos menos saudáveis, está desaparecendo rapidamente nos Estados Unidos. A taxa de adultos americanos que fumam diminuiu de 42% em 1965 para 15% em 2015.

No entanto, há uma série de fatores de risco em seu lugar, muitos dos quais decorrem da crescente preferência das pessoas por estilos de vida sedentários e isolados.

Confira aqui quais são os comportamentos de risco que a ciência diz para você ficar de olho.

1. Solidão

O crescimento das mídias sociais e o contato pessoal em declínio levaram o ex-cirurgião-geral Vivek Murthy a rotular a solidão de uma epidemia mundial. E isso pode ser letal!

Monofobia-Medo-de-ficar-sozinho

Julianne Holt-Lunstad, professora de psicologia da Universidade Brigham Young, descobriu em sua pesquisa que a solidão reduz o tempo de vida das pessoas, o equivalente a fumar 15 cigarros por dia.

2. Ficar muito tempo sentado

Sentar-se durante todo o dia aumenta o risco de uma série de diferentes tipos de câncer, segundo um estudo de 2014.

homem-sentad

Os pesquisadores incluíram em suas metanálises - o padrão-ouro para pesquisa - dados de quatro milhões de pessoas envolvendo quantas vezes eles sentaram para assistir TV, trabalhar e ir para o trabalho.

Cada aumento de 2 horas no tempo de espera elevou os riscos das pessoas para o câncer de cólon, endométrio e pulmão, independentemente de eles ainda se exercitarem durante o dia.

3. Distúrbios de sono

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças chamaram a privação do sono de um problema de saúde pública, já que cerca de 50 a 70 milhões de pessoas nos EUA têm distúrbios do sono ou da vigília.

sleep_650x400_51446317159

O professor Valery Gafarov, da Organização Mundial da Saúde, observou em 2015 que o sono insuficiente aumenta o risco de derrame e ataque cardíaco em graus semelhantes ao uso regular de cigarros.

"O sono ruim deve ser considerado um fator de risco modificável para doenças cardiovasculares, além de tabagismo, falta de exercícios e dieta pobre", disse ele.

4. Bronzeamento artificial

O bronzeamento artificial pode parecer uma versão mais controlada do banho de sol regular, mas ambos são potencialmente mais perigosos do que fumar.

HillVital_amit_mindenfelekepp_tudnod_kell_a_szolariumrol

Em 2014, os pesquisadores publicaram um estudo no JAMA que descobriu que apenas o bronzeamento artificial levou a mais casos de câncer de pele do que o câncer de pulmão.

"Dado o grande número de casos de câncer de pele atribuíveis ao bronzeamento artificial, esses resultados destacam um importante problema de saúde pública", escreveram os pesquisadores.

5. Dieta pobre

Uma grande quantidade de evidências descobriu que alimentos açucarados e processados ricos em gorduras saturadas podem expor as pessoas a doenças potencialmente fatais a taxas semelhantes, se não maiores, do que fumar.

post48_capa

Em 2016, pesquisadores que estudaram os riscos de mortalidade por dietas pobres concluíram que as taxas de mortalidade excederam as de álcool, drogas, sexo desprotegido e tabaco combinados.

Fonte: Science Alert



Compartilhar no Facebook