Perca Peso Agora

Vegetarianos estão em Desvantagem no Esporte?

O número de vegetarianos no mundo aumenta gradativamente, com cada vez mais adeptos do veganismo. Alguns alegam motivos religiosos ou morais. Há ainda aqueles que simplesmente dizem ser mais saudável ou mesmo não gostam do sabor da carne.

O problema é que os nutricionistas alertam que os seres humanos devem ingerir de forma equilibrada carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas, minerais e água. A ausência de um desses grupos de nutrientes pode gerar um efeito negativo sobre a saúde.

As carnes vermelhas oferecem proteínas de alta qualidade, especialmente se o objetivo é fazer exercícios físicos e melhorar o rendimento atlético.

Neste sentido, as carnes geralmente têm um papel predominante graças ao número de nutrientes importantes que contêm, tais como proteínas em alta quantidade e qualidade, ferro, vitamina B12 e zinco.

Mas o que acontece com quem não come carne? Vegetarianos ou veganos (aqueles que não consomem nenhum produto de origem animal) conseguem obter o mesmo desempenho físico dos carnívoros?

Nutrientes

A presença de atletas de elite em diferentes modalidades que se dizem vegetarianos ou veganos sugere que a resposta é "sim".

Fiona Oakes é um deles. Vegana desde os 6 anos de idade, Oakes completou 7 maratonas em sete dias, além de ganhar a maratona do Polo Norte em 2013, enfrentando temperaturas de -28 °C.

"As consequências de correr sob estas temperaturas são muito técnicas, e isso logicamente requer um equilíbrio muito fino", diz Oakes.

"Há problemas nutricionais a depender de quando se come e o que se come. É necessário uma operação quase militar."

Seja um maratonista, um ciclista ou um triatleta, cada atividade física exige diferentes tipos de dieta, explica a nutricionista esportiva Jo Scott-Dalgleish.

"Tudo se resume a um bom equilíbrio entre carboidratos, proteínas e gorduras. Todos os três são necessários para compensar o uso de energia. Os carboidratos fornecem energia, enquanto as proteínas e as gorduras ajudam a recuperação dos músculos após o esforço. Também é preciso uma boa seleção de micronutrientes e vitaminas", diz.

Atletas vegetarianos ou veganos não são novos no esporte. O "finlandês voador" Paavo Nurmie, o campeão dos 400 metros com barreiras Edwin Moses, o esquiador Bode Miller e a tenista Martina Navratilova são alguns dos nomes mais conhecidos.

Mas o médico Norman MacMillan, atleta amador e autor do livro Nutrição Esportiva, disse em uma de suas obras publicadas que "os atletas veganos são o grupo de maior risco e devem melhorar os seus conhecimentos sobre nutrição".

"A maioria das proteínas vegetais não têm pelo menos um dos aminoácidos essenciais. Ao associar alimentos de origem vegetal, como, por exemplo, um cereal com um legume (arroz e lentilhas ou arroz e soja), é possível obter uma combinação de aminoácidos com a qualidade de um produto de origem animal", diz MacMillan.

Oakes, que também participou na Maratona das Areias (na qual se percorrem 247 km através do deserto do Saara em seis dias), admitiu que tende a comer "muitas nozes, massas, arroz, legumes e alimentos frescos, obtendo proteínas de fontes naturais".

Se nenhum tipo de carne é consumido, as proteínas podem ser obtidas a partir de produtos lácteos e ovos, mas se esses alimentos também não são consumidos, a dica é procurar alternativas em grãos, como feijão, grão de bico ou lentilha, que podem ser combinados com macarrão ou pão feito de farinha integral. Nozes e outras sementes também são boas fontes de proteína.

As vitaminas e os minerais

Sam Calvert, da Vegan Society, no Reino Unido, acredita que os requisitos para atletas veganos são os mesmos para os não-atletas e o resto da população.

"Proteínas não são um problema em uma dieta vegana bem planejada, ao contrário do que as pessoas pensam", diz Calvert.

A recomendação é encontrar o equilíbrio certo de cada grupo de alimentos para atender a todas as necessidades do corpo.

"Mas todo mundo deveria ter o cuidado de consumir proteína da maior variedade de alimentos possível e não ingeri-la demasiadamente, pois isso pode causar problemas de saúde", acrescenta Calvert.

Para MacMillan, que já trabalhou com várias federações esportivas do Chile, "entre vitaminas e minerais que normalmente faltam na dieta dos vegetarianos ou veganos, merece destaque o ferro (abundante nas carnes vermelhas) e que pode ser substituído por fontes vegetais como algumas massas, cereais, legumes ou pão integral".

A Vegan Society recomenda, por exemplo, reforçar a dieta com vitamina B-12.

A conclusão dos nutricionistas é que todos, atletas e não-atletas, devem seguir as recomendações básicas de uma dieta saudável e equilibrada. A partir daí, cada um decide a melhor combinação para seus objetivos.

Fonte: BBC



Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook