Perca Peso Agora

Uso de Antibióticos na Infância pode levar à Obesidade no Futuro

Tomar antibióticos nos primeiros anos de vida, quando as bactérias que vivem no organismo e possuem funções vitais para o funcionamento do corpo têm um surto de crescimento, pode trazer problemas para o desenvolvimento da flora intestinal.

Um estudo divulgado na revista Cell mostra que pequenas doses da droga administradas na infância afetam o microbioma existente no intestino e ainda podem causar distúrbios metabólicos que podem ampliar o risco de obesidade no futuro.

A pesquisa foi feita por uma equipe de microbiologistas, liderados por Martin Blazer, da Universidade de Nova York.

Estudos anteriores feitos com porcos e frangos mostraram que, ao serem submetidos a doses baixas de antibiótico durante sua fase jovem, esses animais apresentaram crescimento rápido e aumento na quantidade de gordura do corpo. Diante dessas evidências, os pesquisadores investigaram se o ganho de peso estava diretamente relacionado às alterações causadas pelos antibióticos no microbioma animal. Para isso, fizeram experimentos com camundongos.

Logo após o nascimento, os ratos receberam doses de penicilina, de quatro a oito semanas. Nesse período, os cientistas analisaram as bactérias presentes no intestino dos animais e possíveis alterações metabólicas. A substância modificou a flora intestinal dos camundongos, reduzindo o número de lactobacilos e outras espécies de bactérias benéficas para o organismo. Os efeitos, no entanto, desapareceram em algumas semanas após a administração da última dose.

Dez semanas após essa fase, os camundongos que estavam sendo tratados com dieta rica em gordura ganharam peso de maneira assustadora, em especial as fêmeas. Elas chegaram a engordar o dobro em comparação a outras fêmeas que não seguiam a mesma dieta.

Para descobrir se as alterações no metabolismo foram causadas pelos efeitos da penicilina na flora intestinal dos ratos, a equipe transplantou micróbios dos camundongos tratados com a droga em animais mantidos previamente livres do experimento. O resultado: eles começaram a ganhar peso rapidamente, assim que submetidos a uma dieta rica em gordura. Segundo os pesquisadores, isso sugere que as mudanças provocadas pelo antibiótico no microbioma foram responsáveis pelas alterações metabólicas.

De acordo com Martin Blazer, pesquisador-chefe, ainda são necessários mais estudos para comprovar a relação. "Muitos trabalhos sobre obesidade têm se focado em dietas e calorias. Isso pode não ser suficiente para explicar a epidemia de obesidade", diz.

Blazer ainda advertiu: "Nós estamos usando antibióticos como se não existissem consequências. Os custos não são imediatos, mas podem vir a longo prazo."

Fonte: Uol



Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook