Perca Peso Agora

Tireoide e Enxaqueca – Qual a Relação?

Um problema na tireoide como hipotireoidismo (produção insuficiente de hormônios da tireóide) ou hipertireoidismo (produção excessiva de hormônios da tireóide) pode, frequentemente, desencadear enxaqueca e dores de cabeça, além de uma série de outros sintomas. Uma vez detectado e corrigido o problema da tireoide, as dores de cabeça e enxaqueca melhoram muito, às vezes até a ponto de desaparecer.

O problema é que muita gente tem hipotireoidismo e não sabe. Pior ainda é que muitos médicos deixam de fazer o diagnóstico de hipotireoidismo por falta de conhecimento.

É perfeitamente possível o exame de sangue (T3, T4 e até o TSH) estar normal e mesmo assim a pessoa ter hipotireoidismo!

Como é possível uma coisa dessas, você pode estar se perguntando. A resposta é que, na verdade, é muito difícil determinar com 100% de certeza quais são realmente os valores realmente normais dos hormônios da tireoide.

Você já parou para se perguntar como foi que, algum dia, alguém determinou que os valores normais desses hormônios da tireoide são de tanto a tanto?

Para isso, mediu-se níveis hormonais da tireoide em uma amostra bem grande de indivíduos considerados normais. Os resultados, que variaram dentro de um mínimo e máximo, passaram a ser oficialmente estipulados como a faixa da normalidade.

Até aí tudo parece certo. O único problema é: qual exatamente seria o critério utilizado para definir um daqueles indivíduos pertencentes à amostragem, como sendo de fato normal – ou seja, não portador de hipotireoidismo ou hipertireoidismo?

A resposta, aparentemente, é simples: os pesquisadores já conheciam os sintomas clássicos do hipo e hipertireoidismo, e quem tivesse esses sintomas apresentaria com certeza níveis sanguíneos de hormônios da tireoide bem acima ou abaixo daquelas pessoas que não tinham tais sintomas.

Acontece que muita gente – na verdade muito mais pessoas que aquelas sofrendo de franco hipotireoidismo ou hipertireoidismo – apresentam sintomas que não são inequívocos, mas sim uma série de sintomas mais brandos e menos bem definidos, como por exemplo, sensação de falta de energia constante, humor deprimido ou ansioso, problemas de sono, distúrbios menstruais, acne (espinhas na pele), dores de cabeça inexplicáveis, crises de enxaqueca, unhas quebradiças, flutuações de peso, queda mais acentuada de cabelos, diminução do desejo sexual, entre outros.

Obviamente nem todos esses sintomas precisam estar presentes numa mesma pessoa, e nem sempre a intensidade desses sintomas é gigantesca. Além disso, todos esses sintomas podem ser causados por um grande número de doenças, tornando remota a ideia da possibilidade de um hipotireoidismo (ou hipertireoidismo), que embora brando a ponto de não aparecer no exame de sangue, pode prejudicar grandemente a qualidade de vida do doente, que passa (perde) anos de sua vida sem saber o que está errado, pois todos os exames insistem em resultar normais.

O que esses doentes precisam fazer é procurar um médico que consiga montar um cenário de possibilidades mediante os sintomas apresentados, e que trate o doente e não o exame.

Não é impossível um problema brando na tireoide provocar uma exacerbação enorme numa enxaqueca que, de outra forma, seria quase insignificante!

Fonte: Enxaqueca com.br



Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook