Teste Simples elaborado por Universidades pode indicar Alzheimer no Futuro. Faça o Teste JÁ!

Já pensou em fazer um teste simples, que leva menos de 1 minuto e não custa nada, para saber se você tem chance de desenvolver Alzheimer? Um estudo publicado no Journal of Alzheimer's Disease propõe exatamente isso.

Os resultados ainda não são totalmente certeiros, ou seja, é possível que você erre o teste e mesmo assim não tenha Alzheimer no futuro, e vice-versa, mas mostra uma tendência e abre um novo caminho para a ciência no que diz respeito à prevenção da doença.

Teste indica chance de ter Alzheimer

Muito simples, o exame consiste em observar um quadro com 4 personagens gráficos chamados Greebles e identificar qual deles é diferente.

De acordo com os pesquisadores responsáveis, que pertencem às Universidades Vanderbilt e de Louisville, nos Estados Unidos (EUA), os resultados ressaltam que os efeitos do Alzheimer na cognição podem ser medidos antes mesmo de os sintomas se manifestarem.

Isso proporciona uma chance de diagnosticar precocemente e retardar o desenvolvimento da doença por meio de um estilo de vida saudável, que inclui atividades físicas, alimentação adequada, controle de peso, envolvimento mental e social.

Resultados do teste de Alzheimer com Greebles

A pesquisa incluiu indivíduos de 40 a 60 anos. Metade deles possui histórico de Alzheimer na família e a outra metade não. Eles tiveram que realizar uma série de testes em que deveriam identificar o “estranho no ninho”, ou seja, uma figura que foge do padrão de outras três. Para isso, foram usadas imagens de objetos, rostos, ambientes e os gráficos Greebles.

Para objetos, rostos e ambientes, o resultado foi muito semelhante entre os grupos. Contudo, para os Greebles o grupo com risco genético para Alzheimer não se saiu tão bem: eles demoraram para identificar a figura diferente das demais, acertando em apenas 78% dos casos, enquanto o outro grupo marcou em 87%.

Apesar de ser pequena, a diferença significa um marco para possível descoberta de um dos primeiros testes que podem identificar Alzheimer antes mesmo de os sintomas vierem à tona, principalmente se combinados com a análise do histórico do paciente e identificação de biomarcadores.

É importante ressaltar também que o resultado do teste não é absoluto: é possível que, mesmo errando o teste, o Alzheimer não vá se manifestar, e vice-versa.

De acordo com uma das autoras da pesquisa, a médica Emily Manson, ainda é preciso acompanhar os indivíduos pelas próximas décadas para descobrir se eles terão Alzheimer ou não, visto que nem todas as pessoas que possuem predisposição genética para a doença a desenvolvem.

Resposta: o Greeble diferente na imagem é o número 4, que tem seu "bracinho" mais grosso. Acertou?

Compartilhe esser teste com os seus amigos!

Fonte: Vix




Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook