Perca Peso Agora

Técnica da Auto-Hemoterapia Causa Polêmica

Esse método, que retira o sangue do paciente e o reinjeta no músculo para fortalecer o sistema imunológico, conta com muitos entusiastas.

Para quem ouve falar pela primeira vez da técnica, a auto-hemoterapia até parece coisa de outro mundo. No entanto, o procedimento, que motiva depoimentos entusiasmados na internet, obedece a uma lógica simples.

Segundo seus defensores, ele consegue aumentar o número de macrófagos, as células da linha de frente do sistema imunológico.

O reforço na defesa do organismo complementaria o tratamento para diferentes condições de saúde. A explicação é sustentada por estudos científicos. Porém, segundo as instituições de segurança em saúde brasileiras, faltam comprovações científicas do tratamento, que não tem reconhecimento formal como terapia médica.

Algumas pesquisas afirmam que a auto-hemoterapia surgiu há mais de 2.500 anos na China. Massagens fortes beliscavam a pele, causando rupturas em pequenos vasos, e assim estimulava as defesas do local a ser tratado.

O sistema consiste em retirar 5 ml, 10 ml ou 20 ml de sangue da pessoa e, no mesmo momento, aplicá-lo no músculo (braço ou nádegas) de forma que o corpo do indivíduo crie mecanismos de defesa elevando os níveis de macrófagos de 5% para 22% (São os macrófagos que fazem a "limpeza" do nosso corpo, eliminando a fibrina, bactérias e vírus do organismo, e são produzidos pela medula óssea).

Esses níveis elevados de defesa, criados pelo próprio organismo, atingem o pico após 8 horas de aplicada a injeção e duram por até 5 dias, quando então começam a diminuir até atingirem os valores normais de uma pessoa sadia (5%).

Logicamente que, aumentando a defesa do próprio organismo, este está menos sujeito a uma série de enfermidades.

Para quem não sabe, o remédio, quimicamente preparado pelos laboratórios, não curam doenças. Eles "forçam" o corpo a produzir essas defesas.

Assim, o sistema é o mesmo, sob o ponto de vista genérico, só que sem a necessidade do uso de medicamentos - a maioria deles com efeitos colaterais. Outra vantagem é o custo praticamente zero.

Em 2004 iniciou-se uma verdadeira "guerra nos bastidores" quando o médico clínico-geral, Dr. Luiz Moura, do Rio de Janeiro, resolveu "abrir a boca" e confessar os benefícios desse tratamento alternativo, válido e barato, capaz de ajudar a curar doenças e auxiliar no tratamento de outras, concedendo uma entrevista que foi gravada em vídeo. São milhares de relatos favoráveis, pessoas que fazem uso da auto-hemoterapia gerando grandes benefícios à sua saúde.

Uma quantidade enorme de pessoas tem procurado, com sucesso, adotar a prática da auto-hemoterapia e, como não poderia deixar de ser, começaram as pressões contrárias. O Conselho Federal de Medicina (CFM) e a ANVISA foram os primeiros: médicos e farmacêuticos estão proibidos de utilizar a técnica pois, segundo eles, não "existem estudos científicos que comprovem algum benefício ao usuário da auto-hemoterapia e os riscos não foram ainda avaliados".

Nesse site aparecem vários depoimentos de pessoas que encontraram a cura através do uso da auto-hemoterapia:
http://curassecretas.blogspot.com.br/p/auto-hemoterapia.html

Fonte: Saúde Plena



Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook