Perca Peso Agora

Soluções Naturais para Recuperar a sua Visão

Problemas com a visão têm aumentado de forma alarmante, incluindo a degeneração macular. Mas, por quê? Bom, atualmente as pessoas estão vivendo mais, e com isso os olhos estão propensos a lhe darem trabalho…

Outro ponto importante é que não se está obtendo os nutrientes certos nos alimentos, o que justifica a importância do uso de alguns suplementos. É claro que as pessoas com problemas nos olhos ou as que foram diagnosticadas com doenças oculares devem ser acompanhadas de perto pelos seus médicos.

Além disso, recomenda-se também uma supervisão médica para as pessoas que estão tomando suplementos vitamínicos.

Agora, vejam os problemas oculares mais comuns e os alimentos e suplementos que podem ajudar a combatê-los!

Olhos Secos

Os olhos naturalmente ficam mais secos com a idade, mas a síndrome de olhos secos – um problema crônico com a quantidade e a qualidade das lágrimas – frequentemente ocorre devido às deficiências nutricionais. A má nutrição pode permitir que os radicais livres prejudiciais acumulem nas glândulas que produzem as lágrimas.

Os estudos indicam que é benéfico, nesses casos, consumir uma cápsula de ômega 3, duas vezes por dia. É uma fonte excelente de DHA (ácido docosahexaenóico) e das vitaminas A e D, nutrientes que melhoram a qualidade das lágrimas e ajuda-as a serem mais eficazes na lubrificação.

Catarata

A catarata tipicamente é causada pela aglutinação de proteínas nas lentes cristalinas dos olhos. Mais da metade das pessoas terão catarata até chegar aos 80 anos de idade.

O que fazer: Coma espinafre (com moderação, pois em excesso induz cálculo renal), couve e outras folhas verdes escuras todo dia. Elas contêm a luteína, um antioxidante que reduz os danos por radicais livres, responsáveis pelo aumento do risco de catarata. (A luteína e a zeaxantina, outro antioxidante, são os únicos carotenoides que se concentram nas lentes dos olhos.)

Lembre-se que os carotenoides são solúveis em gordura, então,quando consumir essas verduras, não se esqueça de adicionar um pouco de gordura boa (óleo de oliva, óleo de coco) para a máxima absorção.

Recomenda-se ingerir vitamina C, pois os estudos mostram que aqueles que tomam suplementos de vitamina C há mais de 10 anos são 64% menos prováveis a ter catarata.

Síndrome de Visão de Computador

O Instituto Nacional de Segurança e Saúde Ocupacional relata que 88% das pessoas que trabalham com o computador por mais de três horas por dia se queixam de problemas relacionados ao computador, incluindo a visão embaçada, dores de cabeça, dor no pescoço e secura nos olhos.

As pesquisas mostram que o uso de astaxantina, um carotenoide, reduz o estresse aos olhos, melhorando a resistência dos músculos oculares.

Outra atitude importante: lembre-se de se movimentar a cada meia hora, importante para a visão e para a saúde geral.

Visão Noturna Reduzida

Muitos adultos mais idosos percebem que lutam para enxergar à noite, o que pode tornar o ato de dirigir nesse horário difícil. Estudo recente mostra que tomar um suplemento diário que inclui 0,5 mg de cobre e 25 mg de zinco é importante, pois a deficiência de zinco é associada com a má visão noturna, havendo necessidade também de uma dose extra de cobre para “equilibrar” o zinco.

O zinco auxilia na produção de vitamina A, que é necessária à retina para detectar a luz.

Lembre-se de comer várias porções de verduras de cores vivas, como a couve e pimentões amarelos, ou gemas de ovos. Os nutrientes e os antioxidantes nestes alimentos podem auxiliar no problema.

Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMA)

Esta doença grave é a principal causa da cegueira em adultos mais idosos. A maioria das pessoas com a DMA notará de início que a sua visão se tornou um pouco nebulosa. Com a progressão da doença, uma grande área no centro do campo da visão pode ficar turva.

Um estudo do Instituto Nacional do Olho Sobre Doenças da Visão Relacionadas ao Envelhecimento (AREDS), nos Estados Unidos, relatou que os pacientes que já portavam a degeneração macular e ingeriam betacaroteno, zinco, cobre e as vitaminas C e E adequadamente eram 25% menos propensos a desenvolverem uma forma avançada da doença.

Nesse caso, a dica é também consumir vegetais folhosos semanalmente e outras verduras de cores vivas, como a couve e pimentões amarelos. Da mesma forma, gemas de ovos possuem nutrientes e antioxidantes que podem auxiliar no retardo da progressão da DMA.

Mas, atenção! Antes de qualquer medida, converse com o seu médico a respeito!

Referências bibliográficas:

  • What You Must Know About Food and Supplements for Optimal Vision Care: Ocular Nutrition Handbook. Jeffrey R. Anshel
  • British Journal of Clinical Practice, November 1990; 44(11):475-476.
  • Nutrition Reviews, July 1990;40(7):286-287
  • Journal of Nutritional Medicine, 1990;1:133-138.
  • Drug Therapy, February 1990; 102
  • Journal of the American College of Nutrition, 1993;12(2):138-146.
  • Archives of Ophthalmology, February 1994;112:222-227.
  • British Journal of Ophthalmology, 1995;79:199-201.22111
  • Journal of Orthomolecular Medicine, 1998;13(4):211-214.
  • IntOphthalmolClin, Fall. 2000;40(4):71-81
  • Int J Opthalmol, 2013 Dec 18; 6(6): 811-6.

Fonte: Dr. Rondó



Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook