Perca Peso Agora

"Saxenda": Remédio usa Hormônio da Saciedade no Combate à Obesidade

O Saxenda é um medicamento injetável utilizado para o tratamento da obesidade que no final de fevereiro de 2016 foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Ele vem chamando a atenção desde 2014, quando foi aprovado pelo Food and Drug Administration (FDA), órgão regulamentar de medicamentos e alimentos dos Estados Unidos, e pela Comissão Europeia de Medicamentos em 2015.

Para começarmos a falar sobre o remédio, é preciso saber que ele não é tão novo assim. Seus efeitos já estão sendo estudados desde que seu princípio ativo, Liraglutide, foi comercializado pela primeira vez para o tratamento do Diabetes.

Para entendermos como o Saxenda funciona, é preciso compreender o efeito do hormônio - que nosso corpo produz - e que ele tem ação similar.

O que é e como funciona

O Liraglutide é chamado tecnicamente de agonista do receptor do GLP-1. O GLP-1 é o hormônio que o nosso intestino libera quando detecta a presença de nutrientes no seu interior. Para facilitar, o GLP-1 é um hormônio que sinaliza para o nosso cérebro que há comida no interior do intestino e portanto, que estamos alimentados.

Dessa forma, o cérebro ao receber esta informação, acaba inibindo os impulsos de fome e paramos de comer.

De um modo geral, os hormônios do nosso corpo funcionam assim: cada hormônio é um tipo de chave específica que tem sua própria fechadura (receptor). Desta forma, para agir no nosso corpo, o GLP-1 precisa de um receptor, como se fosse sua fechadura e ele a chave. O Liraglutide é, portanto, uma molécula sintética que age exatamente no receptor do GLP-1, ou seja, na fechadura do GLP-1. E, ao se ligar a ela, causa os efeitos do hormônio no corpo, sem que a pessoa esteja alimentada. É um jeito de driblar a sensação de fome.

Além disso, o Liraglutide age melhorando os níveis de glicose no sangue nos pacientes diabéticos por melhorar a liberação do hormônio insulina, daí seu uso inicial nos pacientes diabéticos. Atualmente este remédio é comercializado no Brasil pelo mesmo laboratório sob o nome de Victoza.

Polêmica com o remédio para diabetes

Com o avançar das pesquisas, verificou-se que os pacientes diabéticos que eram tratados com Liraglutide (Victoza) perdiam peso e desenvolveu-se uma forma de administrá-lo em pacientes obesos. Nos estudos clínicos, a perda de peso tem variado entre 5% e 10% do peso corporal, em média.

Contudo, o seu uso para fins de emagrecimento não é recomendado.

Indicações

A indicação do Saxenda é que ele seja utilizado em conjunto com dieta e atividade física em adultos com índice de massa corporal acima de 30 kg/m2 ou ainda naqueles acima de 27 kg/m2 de IMC com alguma condição relacionada ao excesso do peso, como hipertensão, Diabetes tipo2 ou alterações de colesterol.

É importante entender que, quando uma medicação é indicada para perda de peso, assim para qualquer outro problema de saúde, é essencial que ela seja prescrita por um médico que acompanhe o paciente durante o uso.

A compra do Saxenda é direto na farmácia e, da forma correta, deverá necessitar de uma receita prescrita por um médico com habilitação no Conselho Regional de Medicina.

Efeitos colaterais

Alguns possíveis efeitos colaterais do Saxenda estão relacionados ao desenvolvimento de pancreatite, cálculos em vesícula biliar e risco de hipoglicemia, este último nos pacientes com Diabetes tipo 2. Por isso que é muito importante o acompanhamento médico durante o uso, sempre.

Uso do produto

O Saxenda é uma medicação de aplicação subcutânea. A embalagem contém um dispositivo semelhante às canetas de insulina, como se fosse uma seringa de auto aplicação, já com as doses pré-ajustadas. Podemos dividir didaticamente o dispositivo tem três partes: ponta, compartimento central e compartimento posterior.

A ponta é o local que o paciente deverá encaixar a agulha descartável, que também é adquirida à parte. Existem vários tamanhos de agulhas, que serão recomendadas pelo médico ou enfermeiro para melhor conforto na aplicação. O compartimento central contém um cartucho com o medicamento, e no compartimento é feito o controle de dosagem. A parte posterior da caneta consiste em um mecanismo de rotação com a numeração e um visor marcador das dosagens. Ao girar este "botão" a dose vai aparecendo de forma consecutiva no visor.

E quando parar de tomar, o peso volta?

Para todo e qualquer medicamento para perda de peso, a reposta para esta pergunta requer um pouco de ponderação. A base de qualquer tratamento para perda de peso consiste em dieta para reduzir o ganho calórico e atividade física (para a aumentar o gasto energético). Os medicamentos para perda de peso servem para auxiliar neste processo, ajudando no controle do apetite ou aumentando a saciedade. Dessa forma, o organismo recebe um apoio para realizar a redução de calorias necessária para a perda de peso.

Porém, se a base, que é a reeducação alimentar não é feita, a partir do momento em que a medicação é suspensa e voltamos a comer como antes, o peso volta a ser como antes. Funciona para o Liraglutide assim como para outros medicamentos para controle do peso.

Por mais que o Saxenda seja uma grande arma nesta luta contra a obesidade, é preciso entender que não se vence uma guerra com apenas uma arma.

Se vence com uma estratégia correta: dieta correta, atividade física correta e medicamentos corretos para cada um de acordo com seu peso e suas necessidades, com avaliação médica, nutricional e esportivas adequadas.

Não deixe de consultar o seu médico.

Fonte: Minha Vida



Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook