Rótulos de certas Águas de Coco não são confiáveis, diz Proteste

Foi-se o tempo em que, para beber uma água de coco geladinha, era preciso ir à praia ou ter um coqueiro perto da sua casa. Nos mercados de todo o país, é cada vez maior o número de opções de águas de coco que vêm em caixinhas. Mas será que elas são tão boas quanto a que bebemos direto da fruta? É o que a Proteste Associação de Consumidores quis investigar ao avaliar, pela primeira vez, 6 marcas vendidas em todo o território nacional.

O levantamento, divulgado nesta segunda-feira (31), incluiu os produtos de Do Bem, Kero Coco, Obrigado, Coco do Vale, Sococo e Ducoco. Entre os tópicos analisados estão rotulagem, acidez, açúcar, presença de micro-organismos e análise sensorial.

Os principais problemas encontrados foram em relação às informações contidas nas embalagens.

384483

Segundo a Proteste, a água de coco da Sococo, vendida como sendo natural, tem entre os ingredientes sacarose e metabissulfito de sódio, que não se encontram no alimento in natura.

Outra observação do estudo é que a marca Ducoco traz a mensagem “0% gordura e colesterol”, duas características que toda água de coco tem. “O próprio produto informa, em letras bem pequenas, que é um benefício natural do produto”, diz a Proteste, em nota à imprensa.

aguaducoco

Quando se trata da veracidade das informações, a associação identificou que algumas marcas apresentam uma variação na rotulagem superior aos 20% permitidos. Os produtos de Coco Do Vale e Ducoco demonstraram uma diferença de mais de 30% nos teores de sódio e potássio. Já a Sococo chega a ter 64% menos sódio do que informa o rótulo.

402321-MLA20743813744_052016-C

Quem se saiu bem nesse quesito foi a bebida da Obrigado, que, de fato, é “sem adição de açúcar” e “sem adição de conservadores”, como consta na caixa. O ponto em que a marca deixou a desejar, junto com Do Bem, foi em relação à falta de orientação de armazenamento e os riscos que a conservação errada do produto pode causar.

tendencias-326x235

Coco_Haring_1000mL_01_1-225x300

Data de fabricação

De acordo com a Proteste, das 6 marcas analisadas, 4 (Coco do Vale, DuCoco, Kero Coco e Obrigado) não informam a data de fabricação. “Por lei a informação não é obrigatória, mas permite que o consumidor opte por bebidas que tenham sido produzidas a menos tempo”, afirma a associação.

Outro lado

Em nota, a Obrigado se posicionou sobre a avaliação da Proteste:

“A água de coco Obrigado informa que segue a legislação e todas as regras de segurança na fabricação de seus produtos. Quanto aos dados apontados pela Proteste, a marca afirma que a informação sobre a data de fabricação, apesar de não ser legalmente necessária, já está em análise para que seja implementada em seus produtos. Sobre as instruções do modo de conservação, a marca deixa claro no rótulo que após aberto, o produto deve ser consumido em até três dias, e deve ser conservado na temperatura de 1°C a 8°C, observando o prazo de validade impresso na embalagem. A informação será complementada com os possíveis riscos à saúde nos próximos lotes da água de coco”.

A PespiCo, que faz Kero Coco, também se posicionou:

Agua-de-Coco-Quero-Coco

A PepsiCo segue todas as diretrizes e regulamentações exigidas pelos órgãos de fiscalização no Brasil, bem como assegura a qualidade dos processos adotados na produção de KERO COCO. KERO COCO é pioneira no envase de água de coco no Brasil e há mais de 20 anos utiliza 100% de coco verde brasileiro como principal insumo do produto.

Como resposta, a Ducoco afimrou que:

“Ao declarar que a água de coco é um produto 0% gordura e colesterol temos a intenção de informar ao consumidor os benefícios desta bebida. Como manda a legislação, inclusive com o tamanho de fonte recomendado,  afirmamos na embalagem que esta é uma característica inerente ao produto. A água de coco Ducoco é um produto natural, não existe manipulação, ou seja: não adicionamos e nem retiramos sódio ou potássio. Apesar das variações do fruto, trabalhamos sempre de acordo com a legislação. Acrescentamos ainda que a Ducoco preza pela alta qualidade, os produtos da empresa são aprovados pelo FDA (Food and Drugs Administration), possuem as certificações ISO 14001, ISO 9001, ISO 22.000, FSSC 22.000 e selo Kosher, além da certificação Rainforest Alliance, que visa através da promoção e incentivo do manejo florestal e agrícola, ambientalmente corretos e economicamente viáveis, contribuir para a preservação da biodiversidade e justiça social para que pessoas e meio ambiente prosperem juntos”.

Até o fechamento desta nota, Do Bem não enviou seu posicionamento. A reportagem não conseguiu contato com as marcas Coco do Vale e Sococo.

Fonte: Boa Forma




Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook