Perca Peso Agora

Ritual Indiano Faz Com Que Pacientes Com Asma Engulam Peixes Vivos Para Aliviar Os Sintomas

Muitas crianças indianas choram e se contorcem ao receber tratamento para a asma, na Índia.

Mas ao invés do uso de inaladores ou medicamentos, elas são obrigadas e engolir um peixe vivo, como parte de um ritual secular.

Todos os anos, milhares de pessoas, na Índia, fazem fila para engolir um peixe viscoso, considerado um tratamento tradicional para a asma.

Todo mês de junho, os pacientes se reúnem na cidade do sul de Hyderabad para engolir o peixe recheado com um pasta de ervas amarela, na esperança de que isso irá ajudá-los a respirar mais facilmente.

Administrada pela família Goud Bathini, a terapia é uma fórmula secreta de ervas, mantida por gerações, apenas para membros da família.

O vídeo a seguir mostra peixes se contorcendo ao serem marinados na pasta, antes dos membros da família Goud enfiarem-nos goela abaixo das pessoas, para garantir que sejam engolidos. Eles costumam apertar as mãos sobre a boca depois, para evitar engasgos, além de uma massagem rápida no pescoço.

A família, que não pode revelar a fórmula secreta da pasta amarela, alega que recebeu a receita de um santo hindu, em 1845. As ervas são inseridas na boca de uma sardinha viva, ou de uma variedade conhecida como murrel. O peixe de aproximadamente cinco centímetros escorrega pela garganta do paciente, muitas vezes causando vômitos.

A família garante que o procedimento cura a asma e outros problemas respiratórios, caso o tratamento seja administrado por três anos consecutivos. Depois de digerir o tratamento, os pacientes são orientados a realizarem uma dieta rigorosa por 45 dias.

Milhares de pessoas percorrem toda a Índia para buscarem o medicamento gratuitamente durante um período de dois dias, nas datas específicas determinadas pelo início das monções, que ocorrem em todo mês de junho.

Grupos de direitos humanos e médicos se queixaram de que o tratamento "não é científico", sendo uma violação dos direitos humanos, além de anti-higiênico. Essa reivindicações são rejeitadas pela família.

Mas as multidões também parecem discordar. O governo indiano organiza trens especiais para o festival, anualmente, e uma quantidade extra de policiais é designada para controlar a multidão.

Fonte: Jornal Ciência



Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook