Perca Peso Agora

Óleo de Soja é Pior do que Açúcar, diz estudo

Se alguém te parasse hoje na rua e te perguntasse qual, em sua opinião, é o ingrediente menos saudável que uma pessoa pode consumir em suas refeições, que resposta você daria? Se você pensou no açúcar, saiba que você pode estar equivocado. De acordo com uma pesquisa feita por cientistas da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, o óleo de soja consegue ser pior do que o açúcar.

Os pesquisadores chegaram a esse resultado depois de terem realizado um experimento em que alimentaram ratinhos com uma série de dietas que eram compostas por 40% de gordura. Em uma das dietas, essa gordura era, em sua maioria, saturada e proveniente de óleo de coco. Em outra, a gordura era principalmente insaturada e oriunda de óleo de soja.

Além dessas duas dietas, os bichinhos também foram alimentados com duas versões alteradas desses modelos, que continham frutose (um tipo de açúcar).

Antes do início da realização do experimento, a hipótese levantada pelos estudiosos era que os animais que recebessem a alimentação com frutose acumulariam os maiores índices de gordura e desenvolveriam o pior tipo possível de resistência à insulina, condição que está associada ao desenvolvimento de problemas de saúde como hipertensão arterial e aumento do colesterol sanguíneo.

Entretanto, as expectativas dos cientistas foram frustradas e não foi isso o que aconteceu. Na verdade, os ratinhos alimentados com o óleo de soja sem frutose foram os que ganharam mais peso: 9% a mais do que os bichinhos que consumiram a frutose e impressionantes 25% a mais do que os que ingeriram a gordura proveniente do óleo de coco.

Além disso, esses ratinhos que ficaram somente com o óleo de soja tiveram um registro maior de gordura no fígado e mais resistência à insulina do que os seus colegas que seguiram a dieta com a presença de frutose. As duas condições servem de sintomas para a diabetes e a síndrome metabólica.

“Isso foi uma surpresa, tendo em vista que as pessoas entendem que os ácidos graxos insaturados (justamente os encontrados no óleo se soja) devem ser saudáveis”, afirmou a líder do estudo e bióloga celular da Universidade da Califórnia, a PhD Poonamjot Deol.

A cientista e os seus colegas de pesquisa ainda não conseguem responder o que faz com que o óleo de soja seja tão maléfico assim. No entanto, a suspeita da equipe é que isso esteja relacionado ao modo como o produto influencia os genes responsáveis por determinar a maneira como a gordura é metabolizada pelo fígado.

E o pior de tudo é que os outros tipos de óleos vegetais processados também não se mostraram tão mais saudáveis assim que o de soja, de acordo com os estudos dos pesquisadores da Universidade da Califórnia.

“Na verdade, nós testamos o óleo de milho e descobrimos que ele pode causar mais obesidade que o óleo de coco, mas não tanto quanto o óleo de soja. Nós ainda não testamos o óleo de canola”, explicou Poonamjot Deol.

As conclusões apresentadas pela pesquisa podem ser consideradas uma péssima notícia para os consumidores, visto que o óleo de soja representa metade do óleo vegetal que é produzido em todo o mundo. Além disso, por ser um tipo de óleo mais barato, ele é bastante utilizado na receita de produtos alimentares embalados e ainda é usado na cozinha de restaurantes.

E antes que você vire os olhos e desconfie desse trabalho científico pelo simples fato dele ter sido feito com animais, é importante registrar aqui que a quantidade de gordura e frutose oferecida aos ratos foi parecida com o que um indivíduo adulto dos Estados Unidos consome diariamente. E se isso não for suficiente, há ainda o fato de que os genes encontrados no fígado dos seres humanos e os genes presentes no fígado dos ratinhos são razoavelmente similares.

É exatamente por isso que mesmo que sejam necessários maiores estudos para especificar os detalhes de como o óleo de soja pode prejudicar a saúde humana, procurar diminuir a quantidade que é consumida do produto é uma boa recomendação.

Porém, não há como negar que essa orientação é bastante difícil de ser seguida, como argumentou a própria cientista líder da pesquisa: “Ele é tão predominante no nosso sistema alimentar. Se algo contém óleo vegetal no seu rótulo, isso é provavelmente em sua maioria óleo de soja ou o óleo de soja é um de seus componentes.”

Fica a dica! Evite ao máximo o consumo de óleo de soja, pelo bem da sua saúde! Compartilhe!

Fonte: Mundo Boa Forma



Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook