Perca Peso Agora

O Segredo Sombrio do CROSSFIT Que Não Querem Que Você Saiba

Crossfit é uma atividade física que caiu no gosto de multidões ao redor do mundo e que esconde um grave efeito colateral, que pode ocorrer com alguns praticantes que cometem excessos durante a sua execução. Saiba aqui qual é!

Crossfit é uma atividade física elaborada para que se proporcione uma ampla adaptação fisiológica gerando o aumento do condicionamento físico e aumento da força muscular, que por sua consequência gera a hipertrofia.

Dentre outras capacidades físicas, o Crossfit otimiza a resistência cardio–respiratória, a resistência muscular, força, potência, flexibilidade, coordenação, agilidade e equilíbrio.

Um programa de Crossfit sempre é feito utilizando-se de técnicas de execuções dos seus exercícios com pesos livres e que envolvam o máximo de grupamentos musculares na execução dos movimentos, o que o faz ser diferente de muitas outras modalidades de atividades físicas que tem o mesmo fim, como a musculação onde os exercícios em sua maioria são feitos de forma a se trabalhar ao máximo somente o músculo alvo.

O Crossfit é muito utilizado também por forças militares, academias de polícia, unidades militares de operações especiais e atletas de artes marciais, que incluíram no seu quadro de treinamento físico essa modalidade.

Seu crescimento tem sido tão grande, que hoje já existem campeonatos deCrossfit que são disputados por equipes ou individualmente em várias partes do mundo, principalmente em cidades dos E.U.A., mas algo vem assombrando os praticantes dessa atividade, a Rabdomiólise.

A Rabdomiólise é uma síndrome grave que ocorre devido a uma lesão muscular direta ou indireta. É resultado da morte das fibras musculares, que liberam seu conteúdo para a corrente sanguínea.

Esse processo pode afetar principalmente os rins, que não conseguem remover os resíduos concentrados na urina.

Em casos raros, a Rabdomiólise pode até causar a morte. No entanto, o tratamento imediato muitas vezes traz bons resultados.

A Rabdomiólise é sempre iniciada por uma lesão muscular. Essa lesão pode ser causada por meios físicos (TRAUMA ,CALOR E ESFORÇO) ou químicos (MEDICAMENTOS).

Quando o músculo está danificado, libera no sangue uma substância chamada mioglobina, que é uma proteína relacionada à hemoglobina.A hemoglobina transporta o oxigênio no sangue. Já a mioglobina armazena oxigênio nos músculos.

Quando a mioglobina é liberada após lesão do músculo, ela é filtrada para fora do corpo pelos rins, que podem ficar sobrecarregados, uma vez que a proteína é muito tóxica. Esse processo pode causar uma insuficiência renal aguda.

Os sintomas da doença são fraqueza muscular, dores musculares e urina escura.Em alguns casos, ocorre síndrome compartimental aguda, uma emergência médica que pode causar a amputação de membros a menos que o seu tecido conjuntivo seja aberto por meio de corte para reduzir o inchaço, um procedimento chamado fasciotomia. Nada disso deveria ser tratado de uma forma tão corriqueira.

Normalmente a Rabdomiólise é observada e restrita a militares de treinamento de elite, esportistas de ultra-resistência e usuários de droga como o crack.

Mas pessoas que praticam exercícios físicos extenuantes, realizados em condição de muito calor e alta umidade também acabam, em alguns casos, desenvolvendo a doença.

Assim então concluímos que não só o Crossfit, mas qualquer atividade física que leve seus praticantes a níveis extremos de performance, podem fazer com que a Rabdomiólise ocorra.

Mas no Crossfit ela tem sido mais observada, pois seus praticantes são levados todos os dias de treino ao seu limite ou até mais que seus limites, já que uma das características forte dessa modalidade de treinamento é trabalhar no limite extremo da força muscular e da resistência.

Os praticantes do CrossFit, em grande parte alheios aos riscos da Rabdomiólose, seguirão em frente, pressionados e coagidos alegremente a se exercitarem até atingirem o esgotamento e a exaustão.

Provavelmente, em alguns anos, a literatura médica estará cheia de artigos sobre CrossFit e Rabdomiólise. Os profissionais da saúde estarão lá para juntar os pedaços, mas quem irá proteger aqueles que não sabem que estão em risco?

O exercício físico é simplesmente a melhor coisa que podemos fazer com nosso corpo, mas no caso do CrossFit, só nos resta perguntar: este treino vale o risco?

A cultura poderá se adaptar para abraçar métodos seguros de treino? Os instrutores estão realmente aptos a detectar a carga de treino adequada para seus atletas? Somente o tempo dirá, mas o futuro do CrossFit poderá depender disso.

Portanto, atenção e muito cuidado!



Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook