Perca Peso Agora

O Que Suas Unhas Revelam Sobre Você

Normalmente olhamos as unhas só como motivo estético. Mas você sabia que pelas unhas podemos entender muito do que está ocorrendo no seu corpo? É que a cor, textura, forma e velocidade de crescimento das unhas revelam o estado geral da saúde. Se você percebe alterações nas unhas, converse com seu dermatologista sobre isso!

Veja as alterações que você pode identificar, e o que elas significam

  • Unhas com crescimento lento: Unhas crescem numa velocidade de aproximadamente 3 a 5 milímetros (mm) por mês. Se elas não estão crescendo nessa velocidade, deve-se pensar em deficiência nutricional, trauma, doença crônica e envelhecimento.

  • Unhas soltas ou descolando do leito ungueal: A parte descolada pode se tornar opaca com coloração esbranquiçada, amarelada ou coloração verde. É o que chamamos de Onicomicose, que pode ser causada por infecção fúngica ou por traumas. Doença de tireoide e psoríase também causam o descolamento da unha.

  • Síndrome da unha amarela: Suas unhas podem se tornar amareladas por envelhecimento, uso de unhas de acrílico, esmaltes ou tabagismo. No caso de infecção por fungos ela se torna espessa, quebradiça e amarelada. Doenças crônicas como diabetes, psoríase, doença tireoidiana ou doença pulmonar são outras possibilidades. No caso da síndrome da unha amarela, ocorre perda de cutícula e deslocamento ungueal em alguns lugares.

  • Unha seca, rachada e quebradiça: Neste caso, os hábitos diários podem ser o motivo, como ter muito contato com água e produtos de limpeza (natação, lavar roupas ou pratos), usar removedor de unhas muito frequentemente ou viver em regiões com baixa imunidade. Infecções fúngicas ou hipotireoidismo podem causar rachaduras ou divisão. Unhas quebradiças podem ser causadas também por deficiência de vitamina A, C, e biotina, uma vitamina do complexo B.

  • Unhas em vidro de relógio: Refere-se à condição em que as pontas dos dedos tornam-se aumentadas e a unha se curva para baixo. Isso possivelmente ocorre por má oxigenação sanguínea, em consequência de doença pulmonar. Outras patologias associadas são doença hepática ou renal, doença cardíaca, doença inflamatória intestinal e AIDS.

  • Manchas brancas: Normalmente, pequenos pontos brancos nas unhas podem ser causados por trauma ungueal, e mais raramente por infecção fúngica. Eles não são motivo de preocupação e irão desaparecer à medida que a unha cresce.

  • Sulcos de depressões horizontais: Podem ocorrer por trauma visível em uma ou outra unha. Quando ocorre em mais unhas, a maior possibilidade é de doença séria, com presença de febre alta, como Pneumonia. Além disso, ocorre também em diabetes descompensado, doença circulatória, psoríase ou deficiência importante de zinco. Há também outros tipos de sulcos de depressões horizontais e descolorações horizontais que podem ser por intoxicação de arsênio, monóxido de carbono, malária, doença de Hodgkin e lepra.

  • Sulcos verticais: Representam sinais de envelhecimento. Pode ocorrer também por deficiência de nutrientes, em especial magnésio e vitamina B12.

  • Unhas tipo colher: Unhas que se curvam para cima nas bordas, adquirindo o formato de colher, podem representar anemia por deficiência de ferro, hemocromatose (excesso de ferro), doença cardíaca e hipotireoidismo.

  • Unhas corroídas na extremidade: Unhas com múltiplas cavidades em dentes é um sinal de Psoríase, mas pode ser também Alopecia Areata, doença autoimune que promove queda de cabelo.

  • Descolorações escuras: Comum em pessoas negras. Listras pretas em crescimentos dolorosos na sua unha pode ser sinal de melanoma. Outra possibilidade é por verrugas benignas no leito ungueal.

  • Unhas brancas com uma tira cor-de-rosa: Se a sua unha é branca com uma faixa rosa estreita no topo, significa possivelmente doença hepática, insuficiência cardíaca congestiva, falência renal ou diabetes.

Dieta correta para unhas saudáveis

É muito importante que você esteja fazendo uma alimentação correta, adequada a seu tipo metabólico, e tenha uma boa flora intestinal que permita absorver adequadamente tudo que precisa em termos nutricionais. Caso contrário, suas unhas, pele e cabelo vão sentir resultados negativos!

Alimente-se com boas fontes proteicas, como carnes de animais criados a pasto e ovos de galinhas criadas soltas (ótimas fontes de zinco). Outra substância fundamental para as unhas é a Biotina, um elemento do complexo B que tem papel fundamental na produção de queratina, mantendo unhas e cabelos fortes e saudáveis.

Consuma também quantidades adequadas de vegetais folhosos verdes e frutas, para ter o aporte adequado de vitaminas, minerais e antioxidantes. E lembre-se de procurar adequar a sua ingestão de ômega 3, para melhorar sua relação ômega 3 / ômega 6, o que reflete diretamente na sua saúde!

Referências bibliográficas:

  • Mayo Clinic, Fingernailcare
  • American Academy of Dermatology Nails
  • Neurotoxicology, 1998;9(2):197-208
  • Seminars in Dermatology, March 1992; 11 (1):88-97.
  • Canadian Medical Association Journal, 1991;145(3):231
  • Cutis, November 2000;66:373-374.

Fonte: Dr. Rondó



Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook